Economia

Governo adjudica 16 pontos para carregar veículos elétricos

  • 23 de Outubro de 2018
  • 70 Visualizações, Última Leitura a 16 Junho 2019 às 02:39
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Governo Regional assinou contratos de concessão de serviços de exploração de pontos de carregamento rápido de veículos elétricos.

Foi, ontem, formalizada a adjudicação de 16 dos 26 pontos de carregamento rápido de automóveis elétricos que haviam sido lançados a concurso pelo Governo Regional, em fevereiro último, procurando interessados para a respetiva concessão e exploração.

“Para os 10 lotes que ficaram excluídos ou desertos no concurso, quer por não assegurarem as especificidades dos requisitos mínimos exigidos, quer por ausência de candidaturas aos lotes, o Governo dos Açores irá contratualizar a sua exploração junto das Câmaras Municipais”, indicou a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo.

Marta Guerreiro falava justamente na cerimónia de assinatura dos contratos de serviços de exploração dos 16 pontos de carregamento rápido de mobilidade elétrica, que decorreu no edifício-sede da Secretaria Regional de Energia, Ambiente e Turismo, em Ponta Delgada.

A Galp-Açores / Galpgest e a Mobiletric são os parceiros privados que se juntam a esta estratégia do executivo açoriano de fomentar a mobilidade elétrica no arquipélago.Ambos operadores licenciados, estão agora responsáveis por assegurar o serviço de carregamento rápido em oito ilhas dos Açores.

Em Santa Maria, haverá um ponto de carregamento rápido com gestão privada, enquanto que São Miguel gozará de sete.Já no grupo central, Terceira e São Jorge gozarão de dois pontos e as ilhas do Pico, Faial e Graciosa terão um para servir os automobilistas que tenham ou venham a adquirir uma viatura elétrica.

Por sua vez, na ilha do Corvo, não haverá lugar à gestão privada de serviços de carregamento rápido, pelo que, no Grupo Ocidental, essa realidade só terá lugar nas Flores, que apresentará um ponto de carregamento aos florentinos.

Para a secretária regional, através dos contratos celebrados com o consórcio Galp-Açores / Galpgest e com a Mobiletric foi dado “mais um passo” para impulsionar a mobilidade elétrica nos Açores, “indo ao encontro dos compromissos europeus que a Região assumiu no sentido de aumentar a representatividade das fontes de energia renováveis e endógenas no sistema eletroprodutor”.

Decorrida a formalização dos contratos, Marta Guerreiro anunciou igualmente que, “em breve”, se irá proceder ao lançamento da segunda fase do concurso, que visa a aquisição, montagem e manutenção dos pontos de carregamento concessionados nesta primeira fase”.

Não foi, portanto, possível à governante adiantar aos jornalistas presentes na cerimónia quando algum dos pontos concessionados estará em pleno funcionamento na Região.Apenas depois da segunda fase do concurso poder-se-ão conhecer datas mais concretas.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos