Economia

Base das Lajes pode receber o maior avião comercial do mundo

  • 25 de Julho de 2018
  • 367 Visualizações, Última Leitura a 24 Agosto 2019 às 20:58
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Airbus A380: é o maior avião comercial do mundo e, em Portugal, só pode aterrar em Beja, Lajes ou Lisboa. Companhia aérea Hi Fly disse que seria necessário “ultimar alguns procedimentos” para o avião poder pousar no aeroporto açoriano

O aeroporto da Base das Lajes, na ilha Terceira, é um dos três do país com dimensão para ver aterrar o Airbus A380 da companhia europeia Hi Fly, hoje o maior avião comercial do mundo.

Sucede que o ‘gigante dos céus’ foi pela primeira vez acolhido no aeroporto de Beja e é de e para lá - onde a Hi Fly tem uma das suas bases para estacionar e manutenção de linha dos seus aviões - que continuará a voar.

Esta segunda-feira, o administrador da Hi Fly explicou que o aeroporto de Beja é o único em Portugal “preparado” para receber a majestosa aeronave, não obstante o facto de poder também aterrar no de Lisboa e no das Lajes, que faz igualmente aproveitamento civil e apresenta pista militar.

Sérgio Bagorro, que falava aos órgãos de comunicação social aquando da aterragem do Airbus A380 em Beja, sinalizou que ainda é preciso “ultimar alguns procedimentos” para que o avião possa aterrar no aeroporto da Terceira, bem como no da capital portuguesa.

“Lisboa é um aeroporto extremamente congestionado e Beja é a melhor opção” e é onde a Hi Fly está “mais à vontade” para estacionar o A380 para fazer as ações necessárias antes de o avião entrar em operação comercial, explicou Sérgio Bagorro.

De acordo com informações prestadas à Lusa pela Hi Fly, o A380, que deverá entrar em operação comercial no final deste mês, fica no aeroporto de Beja “alguns dias” para “familiarização” das tripulações com a base e treino e formação das equipas de operações de terra, engenharia e manutenção da companhia sediadas em Portugal.

Segundo a Hi Fly, “o Airbus A380 é um avião significativamente maior do que todos os outros e carece de equipamento específico para poder ser assistido”.

Por isso, frisa a companhia, para ser possível operar o Airbus A380 num aeroporto têm de se verificar “várias condições” técnicas, como o comprimento e a largura da pista e haver uma área de estacionamento “suficientemente ampla” e meios para assistência ao avião.

Segundo a Hi Fly, a companhia e a Airbus realizaram “exaustivas” análises técnicas e de ‘performance’ à capacidade do aeroporto de Beja para receber o A380, mas “não foi necessário fazer qualquer alteração ou obras”.

No entanto, foi preciso “reajustar alguns dos procedimentos operacionais para permitir a operação” do avião na infraestrutura, explicou a empresa.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos