Economia

Empresários preocupados com situação financeira do grupo SATA

  • 21 de Julho de 2018
  • 53 Visualizações, Última Leitura a 26 Maio 2019 às 16:13
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) defendeu ontem que o modelo de governação do grupo SATA, detentor da companhia aérea açoriana, deve ser alterado, manifestando preocupação com a situação financeira da empresa.

“Entendemos que todo o modelo de governação no Grupo SATA deve ser alterado, bem como a forma como o acionista se relaciona e intromete nas questões operacionais das empresas. Para tal não chega mudar o presidente da empresa”, adiantou a associação empresarial, em comunicado de imprensa.

O Governo Regional dos Açores indicou recentemente o gestor de empresas António Luís Gusmão Teixeira para a presidência do conselho de administração da SATA.

Segundo um relatório a que a Lusa teve acesso, o grupo SATA encerrou as contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros, valor que quase triplicou em relação a 2016 (14 milhões) e que representa o maior prejuízo da história da empresa.

Para a associação empresarial das ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge, as contas do grupo SATA de 2017 e do 1.º trimestre de 2018 motivam “preocupação pela situação financeira da mesma e pelo seu futuro”.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos