Economia

Seleção Gastronomia e Vinhos progride nos Açores

  • 13 de Junho de 2018
  • 40 Visualizações, Última Leitura a 20 Outubro 2018 às 01:52
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

AHRESP deu início à segunda fase do programa que visa o alargamento a todo o arquipélago.

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), em parceria com o Governo Regional, iniciou a segunda fase do Programa Seleção Gastronomia e Vinhos nos Açores, cujo principal objetivo é dignificar e promover a gastronomia património cultural.

Nesse sentido foi criada, numa primeira fase, uma rede de 103 estabelecimentos nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial, sendo que o passo seguinte visa o alargamento da rede às nove ilhas.

Como reitera a secretária-geral da AHRESP, citada numa nota de imprensa, “na primeira fase do programa no arquipélago, foi criada uma rede de 103 estabelecimentos, integrando 63 restaurantes em São Miguel, 30 na Terceira e 10 no Faial.

O próximo passo visa a requalificação dos 103 estabelecimentos já aderentes, o alargamento a todo o Arquipélago e ainda potenciar as novas ferramentas de promoção e divulgação”.

Com esta nova etapa, conforme salienta Ana Jacinto, a organização “pretende dar continuidade ao Programa de Qualificação do Património Gastronómico dos Açores, uma vez que a dinâmica do Turismo na Região está a atingir uma nova dimensão, com um crescente fluxo de turistas e com a Gastronomia a assumir um papel cada vez mais relevante.

Com este projeto, a AHRESP pretende contribuir para a valorização dos produtos nacionais e regionais e qualificar o serviço prestado pela restauração”.

De acordo com a mesma fonte, o lançamento da nova fase teve lugar em Ponta Delgada, na Horta e em Angra do Heroísmo, sendo que esta última apresentação contou com a presença da Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro.

Seleção Gastronomia e Vinhos é um programa destinado ao setor da restauração e bebidas, tendo sido implementando “com enorme sucesso” em várias regiões do país como Lisboa, Coimbra e Viseu.

O seu objetivo é criar e desenvolver uma rede de estabelecimentos que assegure a satisfação dos seus clientes por via da adoção do receituário tradicional, do uso preferencial dos produtos portugueses, da execução de boas práticas em higiene e segurança alimentar e da oferta de qualidade de serviço.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos