Economia

Associação do Turismo quer competências descentralizadas

  • 11 de Maio de 2018
  • 38 Visualizações, Última Leitura a 16 Dezembro 2018 às 22:00
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O presidente da Associação Nacional do Turismo, Francisco Coelho, considerou prioritário iniciar um “diálogo construtivo” com o Estado.

O presidente da Associação Nacional do Turismo (ANT), Francisco Coelho, considerou como prioritário iniciar um “diálogo construtivo” com o Estado, apelando para a dispersão de competências concentradas na administração central.

“Considera-se prioritário iniciar um diálogo construtivo com o Estado, transferindo para as organizações as competências e meios que estão concentrados na administração Central”, disse Francisco Coelho que falava em Lisboa durante a cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da ANT.

Para o responsável é igualmente importante “evitar a dispersão, a duplicação de intervenções e o desperdício de recursos”.

“A ANT propõe-se a oferecer um contributo ativo para temas fundamentais [ligados] ao desenvolvimento sustentável do turismo, [por exemplo], o fim dos constrangimentos de acessibilidade e a garantia da sustentabilidade em todo o território”, acrescentou.

Francisco Coelho disse ainda que a associação assume o compromisso “de trabalhar de forma integrada, reforçando a marca de Portugal no setor”.

Por sua vez, o vice-presidente do conselho fiscal da ANT, Vítor Neto, notou que a associação desenvolve o seu trabalho “de forma discreta” e com um “objetivo de convergência”.

Este trabalho “é do interesse de todos e ajuda-nos a consolidar uma visão nacional e dar mais força às regiões setoriais”, sublinhou. Porém, considerou que a associação pode ter um papel “mais ativo”, dando continuidade ao trabalho “de uma forma estimulante” para todas as regiões.

“O turismo está também numa fase de desafios e exige o esforço de todos nós”, concluiu.

No biénio 2018-2020 a Associação Nacional do Turismo será liderada por Francisco Coelho, em representação do Turismo dos Açores.

Vítor Costa da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e Melchior Moreira do Turismo do Porto e Norte de Portugal ocupam a vice-presidência da associação.

Por sua vez, Carlos Moura da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e António Ceia da Silva do Turismo do Alentejo vão desenvolver o seu trabalho enquanto vogais da ANT.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos