Economia

Orçamento da UE põe em causa valores europeus

  • 8 de Maio de 2018
  • 98 Visualizações, Última Leitura a 18 Outubro 2019 às 06:01
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, considerou ontem que a proposta de orçamento comunitário para o período 2021-2027 “não satisfaz, precisa de ser melhorada” e põe em causa “valores essenciais do próprio projeto europeu”.No que refere a áreas como Pescas,

Agricultura ou Política de Coesão, matérias fulcrais para os Açores, “essa é uma proposta que não satisfaz, precisa de ser melhorada, põe em causa valores essenciais do próprio projeto europeu: coesão económica, coesão social, coesão territorial”, considerou o governante.

Vasco Cordeiro falava em Ponta Delgada, depois de ter recebido a equipa de futebol do Santa Clara. Numa analogia com o desporto-rei, o chefe do executivo dos Açores prosseguiu: “Da parte da Comissão Europeia foi bola à barra, ao poste. Não foi uma solução bem conseguida, não é uma solução satisfatória, precisa de muito trabalho”.

E concretizou: “A Comissão Europeia ainda precisa de treinar mais para conseguir ser bem sucedida nesse campeonato”. Bruxelas propôs na semana passada um orçamento plurianual para a União Europeia para o período 2021-2027 de 1,279 biliões de euros, que prevê cortes que podem atingir os 7% na Política de Coesão e os 5% na Política Agrícola Comum.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos