Economia

Comércio mundial sofre maior queda desde a Segunda Guerra Mundial

  • 24 de Fevereiro de 2010
  • 228 Visualizações, Última Leitura a 23 Novembro 2017 às 23:44
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O comércio mundial caiu 12 por cento em 2009, com a crise económica a fazer os fluxos comerciais atingir níveis mínimos desde 1945, disse hoje o director geral da Organização Mundial do Comércio, Pascal Lamy.

"O comércio global foi também uma vítima da crise, registando uma contracção em volume de 12 por cento em 2009", disse Lamy, em declarações no European Policy Centre, um grupo de investigação e reflexão com base em Bruxelas.

"Foi o declínio mais acentuado desde o fim da Segunda Guerra Mundial", acrescentou o responsável, afirmando que a quebra torna "economicamente imperativa" a conclusão em 2010 das negociações da Ronda de Doha sobre o comércio internacional, que vivem actualmente um impasse.

As negociações da Ronda de Doha, que começaram em 2001 com o objectivo de desmantelar as barreiras comerciais às exportações dos países mais pobres, bloquearam depois de divergências insanáveis, até agora, entre os Estados Unidos, a União Europeia e os maiores países em vias de desenvolvimento, como a Índia e a China.

Pascal Lamy considerou que a "queda livre" no comércio foi causada pela redução na procura em todas as maiores economias do mundo, bem como pela falta de financiamentos às trocas comerciais e pelo aumento das tarifas e dos subsídios que os países deram às suas economias.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos