Economia

Marca Açores permitiu aumentar vendas das empresas em 22 por cento

  • 7 de Abril de 2018
  • 144 Visualizações, Última Leitura a 25 Junho 2019 às 12:15
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Marisa Toste Vogal do Conselho de Administração da Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores destaca crescimento das vendas das empresas associadas à Marca Açores. Inquérito realizado a 90 empresas revela subidas de 18 por cento em 2016 e 22 por cento em 2017. Negócios cresceram no mercado regional, nacional e internacional

Que resultados foram recolhidos do inquérito às empresas associadas à Marca Açores?
O inquérito realizado no primeiro trimestre deste ano às empresas aderentes à Marca Açores, teve resultados muito positivos e demonstra que a aposta nesta estratégia garante mais resultados à atividades das nossas empresas, ao nível do aumento da sua notoriedade, vendas e fidelização de clientes.
O inquérito deste ano, ao qual responderam um total de 90 empresas, permitiu na linha crescente dos anteriores, confirmar dados importantes de que a estratégia da Marca Açores evidencia vantagens significativas, como o aumento de 22% das vendas registado em 2017 depois do aumento de 18% já verificado em 2016, ou o grau de satisfação de 98 por cento das empresas, em relação à estratégia da Marca Açores.
Estes resultados constituem, sem dúvida, um indicador muito positivo e evidenciam a satisfação ao nível do atendimento e acompanhamento por parte dos gestores da Marca Açores, a celeridade na resolução de processos de adesão ao selo Marca Açores, bem como com as diversas iniciativas de promoção e ativação da Marca Açores, entre outras. Estes resultados são, portanto, um motivo de orgulho e de motivação para fazer mais e melhor.

Existe informação sobre o crescimento financeiro das empresas associadas a este projeto?
A informação dada pelas empresas é facultativa e embora não seja, de todo, nosso intuito escrutinar as contas das nossas empresas, o inquérito permitiu apurar um aumento médio de vendas das empresas com produtos e serviços Marca Açores na ordem dos 22%, ou seja, as empresas que integram a estratégia Marca Açores são unânimes em afirmar que a Marca tem sido um importante impulsionador do seu negócio.

Como analisa a evolução das empresas associadas à Marca Açores?
Se as vendas aumentam, as empresas crescem e expandem o seu negócio e isso é uma realidade a que temos assistido nos últimos anos e com tendência crescente. Presentemente, vive-se nos Açores um clima de retoma económica e de confiança que resultou dum trabalho conjugado dos setores público e privado que tem um efeito multiplicador na nossa sociedade.
A Marca Açores, tal como outras medidas do Governo dos Açores, como por exemplo a Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial, a criação do sistema de incentivos Competir +, os programas de incentivo ao emprego e para o aumento da empregabilidade dos Açorianos, e a criação de condições para o fomento de um ecossistema empreendedor - assente na inovação e no desenvolvimento sustentável -, entre outras, têm influenciado o crescimento e a evolução muito significativa do nosso tecido económico empresarial. 
Mas, acima de tudo, estes resultados são mérito das nossas empresas que têm conseguido adaptar-se, aproveitando bem as medidas de apoio implementadas pelo Governo dos Açores, aumentando significativamente a competitividade da nossa economia. Hoje, o nosso tecido empresarial está mais consciente da valorização e diferenciação que é necessária incutir nos seus produtos e serviços e procurar nichos de mercados que valorizam estes produtos e serviços.

Este crescimento é verificado no mercado interno, em vendas para o continente ou estrangeiro?
O crescimento dá-se nos três níveis que refere. No mercado regional, existem duas razões: primeira, o aumento de vendas resulta do incremento da atividade turística. Os turistas que nos visitam têm uma vontade adicional para experimentar e consumir produtos de origem local, procurando produtos com o selo Marca Açores. 
Por outro lado, o aumento do rendimento disponível dos residentes e o facto de valorizam cada vez mais os seus produtos que agora têm uma marca identitária permitiu o aumento do consumo no mercado interno e a compra de mais produtos açorianos.
Ao nível nacional e fruto de várias campanhas que temos desenvolvido, nos últimos anos, há um aumento na procura e também na oferta dos nossos produtos e serviços, sobretudo na área agroalimentar.
A nível internacional os dados do ano passado remetem-nos para um aumento de 8,5% das exportações dos nossos produtos para outros países. 
A estratégia de promoção da marca Açores, através da presença em feiras e grandes superfícies, tem sido importante para expandir o negócio das empresas da Região?Sim, sem dúvida. Aliás, de acordo com o inquérito agora realizado, mais de 60% das empresas inquiridas consideram a participação em feiras como a melhor medida de comunicação, promoção e valorização dos seus produtos e serviços. 
As campanhas de publicidade e outros eventos promocionais de ativação da Marca Açores, dentro e fora do arquipélago, são também outras das medidas apontadas, pela maioria das nossas empresas, como fundamentais para a expansão e crescimento da sua atividade. 

Que planos de promoção dos produtos de Marca Açores estão definidos para 2018?
Este ano daremos continuidade ao trabalho que temos vindo a desenvolver, reforçando os resultados que se pretendem atingir a nível regional, nacional e internacional. 
A nível interno pretendemos consolidar o trabalho de fidelização e promoção do consumo dos nossos produtos e serviços. O consumidor regional sabe que ao consumir o que é nosso, o que fazemos na nossa Região, está a consumir qualidade, algo único, e a promover o aumento do emprego e da riqueza nas nossas ilhas. Temos conseguido transmitir esta mensagem através de diferentes iniciativas nas quais continuaremos a trabalhar, nomeadamente através de eventos organizados na grande distribuição regional, estabelecimento de parcerias com outras entidades regionais e com a participação ativa nas principais festividades, as quais conseguem mobilizar os açorianos e os turistas, como por exemplo, as Vendas Açorianas e a AçorExpo, entre outras.
A nível nacional este tem sido um ano de grande projeção da Marca Açores junto do consumidor. Um facto que resulta do significativo crescimento da oferta de produtos e serviços dos Açores, através do aumento de estabelecimentos Marca Açores em território continental e do projeto Roadshow Taste Azores que, ao longo deste ano, põe em prática inúmeras iniciativas de promoção dos nossos produtos em diferentes regiões de Portugal Continental. Ações em lojas gourmet, restaurantes e outros locais de grande afluência de publico, caracterizados pela aposta nos produtos de valor acrescentado e na relação destes com a gastronomia, é a proposta do Roadshow Taste Azores que se iniciou em fevereiro passado e que terminará no último trimestre deste ano, com a realização da II Edição Taste Azores. Este último, é um evento de grande dimensão que levará, pelo segundo ano consecutivo, produtores e empresários regionais a Portugal Continental numa ação de promoção, venda direta e proximidade com consumidores, retalhistas e distribuidores nacionais. 
A nível internacional, além da participação nas feiras previstas no Plano Açores Export 2018 desenvolvido pela Vice-Presidência do Governo Regional dos Açores, através da SDEA, em parceria com a Câmara de Comércio e Industria dos Açores, pretendemos reforçar a nossa ação através de missões inversas e de uma maior incidência de campanhas.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos