Economia

Start-up traz para a Região conceito de passe turístico

  • 20 de Março de 2018
  • 248 Visualizações, Última Leitura a 24 Maio 2018 às 05:29
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Azores Pass quer garantir experiências individualizadas aos visitantes, garantindo consultadoria presencial e online.

Quatro jovens juntaram-se e criaram a Azores Pass, uma start-up na área do turismo que há semelhança do que já existe nas grandes europeias quer criar um passe que garanta experiências aos visitantes.

“Os Açores são nove ilhas e muitas vezes é difícil decidir o que fazer, tendo em conta que cada turista não passa muito tempo em cada ilha. Com este passe conseguimos agregar um conjunto de soluções para proporcionar estas opções aos turistas de forma muito mais rápida e acessível e ainda ter descontos em determinadas áreas de atividade, nomeadamente restauração, estabelecimentos comerciais, animação turística”, revelou Ana Leitão, uma das mentoras desta ideia.

Por outro lado, esta empreendedora realça que este passe é inovador porque “não é cartão à antiga” mas antes um passe eletrónico disponível no telemóvel.Outra valência que o Azores Pass irá ter consiste na oferta de soluções ‘on the go’ agregadas, ou seja, consultadoria turística.

“Nós vamos perceber o público-alvo e fornecer consultadoria, presencialmente ou online, orientando as escolhas que possam ser mais adequadas, para que os visitantes possam aproveitar ainda melhor a experiência açoriana”, destacou.De momento estes empreendedores ainda a construir o website, pretendo em seguida criar uma versão mobile e aplicação nativa.

“São três passos, nós estamos no primeiro”, contou, revelando que em simultâneo já estão a contactar parceiros nas ilhas Terceira e São Miguel.Ao Açoriano Oriental esta empreendedora descreveu ainda a equipa da Azores Pass.

“Somos quatro sócios cada um com mais-valias em áreas diferentes. Eu na área do marketing digital, o Rodrigo Silva trata das finanças e contabilidade, o Ricardo Gomes está a fazer as alianças estratégicas tanto nas ilhas como fora das ilhas, e a Laura Varão que será a gestora comercial de contacto com os parceiros, assim como o cliente final que será o turista”, descreveu.

Ana Leitão destacou ainda que ser uma ‘start-up’ tem trazido vantagens.

“A StartUp Angra tem sido um grande apoio desde a ajuda para se perceber o que o mercado pode ter para nos ajudar, até em contactos para avançarmos mais rapidamente”, revelou.

A Azores Pass foi considerada em 2017 como uma das 10 melhores ideias de Negócio dos Açores pela Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA).


Fonte: Açoriano Oriental

 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos