Economia

Bebidas alcoólicas e tabaco lideram inflação

  • 13 de Março de 2018
  • 236 Visualizações, Última Leitura a 23 Maio 2019 às 02:00
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Inflação média nos Açores ainda é baixa, mas a tendência é de subida. Tabaco e bebidas alcoólicas têm maior taxa de inflação.

Os Açores registaram uma taxa de inflação média no passado mês de fevereiro - face aos últimos 12 meses - de 1,67%, um valor cerca de quatro décimas acima da média nacional nesse mês, que foi de 1,26%, segundo os mais recentes dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA).

Para a inflação têm contribuído sobre tudo as classes de bebidas alcoólicas e tabaco, que têm um peso bastante grande de impostos no seu preço e dos hotéis, cafés e restaurantes, bem como dos transportes, que são classes cuja tendência de subida de preços está diretamente ligada ao aumento da procura gerada pelo turismo.

Recorde-se que os Açores fecharam o ano de 2017 com uma taxa de inflação média de 1,94%, completando um segundo ano consecutivo com uma tendência lenta, mas consolidada, de subida de preços.

A descida da inflação média que se verificou, quer em janeiro, quer em fevereiro, não deverá inverter, contudo, esta tendência, uma vez que as taxas médias de janeiro e fevereiro deste ano até foram superiores às dos mesmos meses de 2017.

Mas também porque a inflação tende a subir no segundo semestre do ano, devido às férias, ao regresso às aulas e, finalmente, devido ao Natal.

A tendência ainda pouco acentuada de subida de preços médios nos Açores é também o reflexo de alguma retoma económica que se faz sentir, quer nível nacional, quer a nível europeu.

Se olharmos mais atentamente para os números, verificamos que é a classe das bebidas alcoólicas e tabaco a ‘campeã’ da inflação nos Açores, com uma forte tendência de subida desde o segundo semestre do ano passado, fixando-se o seu valor em fevereiro nos 9,04%, face aos últimos 12 meses.

A taxa de inflação por classes que mais se aproxima e ainda assim a alguma distância é a dos hotéis, cafés e restaurantes, que está numa tendência constante de subida nos últimos 14 meses, tendo-se fixado em fevereiro no valor de 3,19%, demonstrando o otimismo que o aumento do turismo imprimiu neste setor, que foi bastante afetado durante a crise.

A terceira classe com a maior taxa de inflação nos Açores é a dos transportes, com um valor de 2,51% em fevereiro, face aos últimos 12 meses.

Esta classe também está em tendência de subida da inflação, o que parece demonstrar que depois de uma primeira fase de abaixamento dos preços, o transporte aéreo, que tem muito peso nos Açores, parece estar novamente numa tendência de subida, face a uma procura que tem sido constante, mesmo com a maior oferta que a liberalização de 2015 introduziu no mercado.


Fonte: Açoriano Oriental

 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos