Economia

Empresa pretende colocar avião cargueiro a operar nos Açores

  • 10 de Março de 2018
  • 76 Visualizações, Última Leitura a 25 Junho 2018 às 06:02
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O consórcio MAIS, que opera na Madeira há sete meses com um avião cargueiro, pretende iniciar uma operação nos Açores a partir de abril. A informação foi assumida por António Beirão, administrador do consórcio MAIS, em declarações à Antena 1/Açores.

“É economicamente viável colocarmos um avião cargueiro, com características semelhantes ao que temos a voar na Madeira (um ATR 72), para efetuar voos entre Ponta Delgada e Lisboa. Esse voo poderá, eventualmente, ser estendido para a ilha Terceira”, assumiu o empresário.

O consórcio MAIS, constituído pela companhia aérea espanhola Swiftair, o broker de aviação ALS e a empresa logística Madeirense Loginsular, revela que pretende chegar aos Açores, mesmo sem negociações com o Governo Regional.

“Nunca poderá haver uma negociação, porque o Governo Regional não se pode meter diretamente na exploração de uma aeronave, com um privado. Apenas manifestámos a nossa vontade em voar para os Açores e nunca sentimos qualquer oposição.

Acho que o Governo Regional considera que esta é uma grande oportunidade para um operador privado investir, por sua conta e risco, para garantir uma rota de transporte de carga aérea”, sublinhou o empresário.

O objetivo da empresa é efetuar cinco viagens por semana, garantindo uma capacidade de transporte de sete toneladas de carga por voo.

Diversas empresas dos Açores, sobretudo ligadas à exportação de peixe, apresentaram queixas sobre os problemas causados com as limitações do transporte aéreo.

A existência de um avião cargueiro a operar nas ilhas de São Miguel e Terceira poderá resolver a maioria dos problemas que foram identificados pelos empresários açorianos.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos