Economia

Governo sai da ATA mas continua a apoiá-la na promoção da Região

  • 1 de Março de 2018
  • 279 Visualizações, Última Leitura a 19 Agosto 2019 às 16:43
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Apesar da anunciada cedência da sua quota de 18% na ATA - Associação de Turismo dos Açores no âmbito da Reforma do Setor Público Empresarial da Região, o Governo Regional vai continuar a apoiar as atividades desenvolvidas por esta organização visando a promoção do destino Açores no exterior.

A garantia foi deixada ontem pela secretária com a pasta do turismo nos Açores no primeiro dia da 30ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre até domingo no complexo da Feira Internacional de Lisboa (FIL).

Em declarações aos jornalistas, Marta Guerreiro foi perentória sobre o assunto: “Temos seguro que será sempre necessário uma entidade para realizar a promoção institucional da Região e a ATA tem feito esse papel e acreditamos que continuará a fazer e também sabemos, naturalmente, que esta promoção necessitará sempre de uma comparticipação pública em termos financeiros”.

A constatação levou a secretária a vincar, logo de seguida, que “não é expectável que hajam mudanças” nesta área.

O stand dos Açores na BTL diferencia-se este ano, entre outros aspetos, pela existência de um grande painel montado no chão que mostra a riqueza do mar açoriano através de fotografias subaquáticas captadas por Nuno Sá, assim como pela instalação de uma estrutura que permite fazer demonstrações de canyoning ao vivo.

Dois atrativos, entre terra e mar, que cumprem o lema da presença açoriana na BTL 2018 – “Açores, um mar de emoções” – e que conseguiram ‘seduzir’ e fazer parar ontem o primeiro-ministro na visita inaugural ao certame.

Acompanhado por um batalhão de jornalistas, António Costa deteve-se por alguns instantes a apreciar a diversidade da flora e fauna que habitam o mar açoriano e ainda - através de uma mini-experiência de canyoning - percebeu como se pode descer as ribeiras dos Açores com emoção.

Ampliado e mais desafogado, o pavilhão oficial do arquipélago afirma-se como uma montra de tecnologia, com imagens e sons que apelam à essência e fruição da natureza, tanto em terra como no mar, das nove ilhas. E o objetivo é justamente esse.

Como realçou na altura Marta Guerreiro – anfitriã do evento, juntamente com Francisco Coelho, responsável pela ATA – a presença de elementos como a madeira de criptoméria, pedra de basalto, jardins verticais com plantas endógenas das ilhas e atividades de natureza tenta, no fundo, transmitir “a quem nos visita a ideia daquilo que nós pretendemos que seja uma experiência nos Açores: cada vez menos visual e mais experimental”.

O objetivo é estratégico: “a questão experimental é cada vez mais evidente e um caminho que queremos percorrer, sendo fundamental para contrariar a sazonalidade”.

Marta Guerreiro salienta que a prática de atividades na natureza pode ser feita ao longo de todo o ano, ressalvando mesmo que algumas delas, como é o caso do canyoning, “fazem até mais sentido durante a época mais baixa”.

Evidencia, de igual modo, que a aposta no mercado português é essencial para o desenvolvimento turístico da Região, tendo em conta o peso daquele em relação às dormidas no ano passado (41,2%).

“O mercado continental é o nosso maior mercado, em 2017 teve um crescimento acima, inclusivamente, do mercado estrangeiro”, vincou a secretária, enfatizando também que o que se pretende é que o projeto que “nos distingue de outras regiões” para que os Açores obtenham certificação pela sustentabilidade, seja algo com notoriedade no pavilhão dos Açores.

Francisco Coelho sublinhou, por seu turno, a “adesão enorme” de empresas associadas da ATA à 30ª edição da BTL.

Passaram de 22 na edição de 2017 para 30 na de 2018, o que significa, para o responsável, que são mais “empresas dos Açores a fazer negócios, e isso também satisfaz muito” porque contribuem para a “nossa economia”.


Fonte: Açoriano Oriental

 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos