Economia

Número de empresas dissolvidas cai para mais de metade

  • 20 de Fevereiro de 2018
  • 65 Visualizações, Última Leitura a 24 Maio 2018 às 05:29
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O número de empresas que fecharam portas caiu para mais de metade nos Açores em 2017, em comparação com o ano anterior.

De janeiro a dezembro do ano passado, foram dissolvidas 130 empresas nos Açores, ou seja mais de metade do número de empresas que encerrou em 2016, ano em que foram dissolvidas 349 pessoas coletivas na Região.

De acordo com os dados da Direção-Geral da Política de Justiça, divulgados pelo Serviço Regional de Estatística (SREA), tendo em conta apenas o último trimestre do ano, verifica-se que, de outubro a dezembro de 2017, foram dissolvidas menos 71,4% de pessoas coletivas que nos mesmos meses de 2016.

De facto, para que se fique com uma ideia mais concreta da redução, basta verificar os números absolutos: enquanto no quarto trimestre de 2017 fecharam portas 36 empresas, no mesmo trimestre do ano anterior esse número foi de 126.

Do lado da criação de empresas, também houve sinais de dinamismo, uma vez que, no ano passado, foram criadas 422 novas empresas, quando em 2016 tinham sido 382.

Ou seja, no período de um ano, também se registou uma subida do número de novas empresas.

Analisando apenas os números referentes à constituição de pessoas coletivas que ocorreram no quarto trimestre de 2017, verifica-se que, em comparação com o trimestre homólogo de 2016, houve uma diminuição de 4,7%.

Os dados absolutos mostram que, nesses últimos três meses de 2017, foram criadas 82 empresas, quando no mesmo período do ano anterior, haviam sido 86.

Ainda assim, o balanço entre constituições e dissoluções foi positivo no último trimestre de 2017, quando em 2016 não tinha sido.

De facto, nesse período em análise, no quarto trimestre de 2017, o saldo de constituição e de dissolução foi de 46 quando no mesmo trimestre de 2016 tinha sido negativo (menos 40 empresas criadas do que as dissolvidas).

Ainda assim, considerando o total de constituições e de dissoluções em 2016, o saldo foi positivo: no total do ano houve mais 33 constituições que dissoluções.

No entanto, a diferença entre novas empresas e empresas que encerraram em 2017 é bastante superior à que se verificou em 2016. De facto, no ano passado, houve mais 292 constituições de empresas do que encerramentos.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos