Economia

Governo dos Açores implementa Agenda para a Inovação dirigida à economia

  • 29 de Janeiro de 2018
  • 106 Visualizações, Última Leitura a 24 Maio 2018 às 19:03
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Agenda para a Inovação, uma prioridade estabelecida no Programa do Governo, vai permitir a articulação entre todas as entidades governamentais, associações empresariais e centros de conhecimento na aplicação das medidas criadas para facilitar o acesso ao conhecimento, a novas ferramentas tecnológicas, de informação e gestão, fomentar a inovação empresarial e a investigação aplicada nos Açores, numa perspetiva de desenvolvimento económico coeso, sustentado e sustentável.

Pretende-se, através desta política de reforço de concertação das várias medidas estratégicas e setoriais públicas, em parceria com todos os agentes privados ou outros envolvidos, aumentar a sua eficácia, abrangência e impacto efetivo no crescimento do investimento e no aumento do desenvolvimento de mais produtos e serviços inovadores.

A implementação da Agenda para a Inovação potencia, designadamente, o aproveitamento dos recursos endógenos e o enorme potencial dos Açores em diversos setores, diversificando, também por esta via, a base económica regional e contribuindo para a robustez da competitividade futura do tecido empresarial em todas as ilhas.

Estas potencialidades são evidentes, em particular ao nível das ciências médicas, através do aproveitamento das atividades vulcânicas ou criação de produtos, derivados das nascentes e fontes hidrotermais, para o desenvolvimento de compostos farmacêuticos, higiénicos ou de beleza.

Além dos investimentos já realizados ou em curso na área das tecnologias espaciais, decorrentes da posição geoestratégica e das condições promovidas pela Região, também o potencial de exploração do mar e das chamadas tecnologias limpas ('cleantech') do setor da energia representam oportunidades de novos negócios e de criação de riqueza que se enquadram nos objetivos e medidas contempladas.

Nesse sentido e para a coordenação da implementação da Agenda para a Inovação, em alinhamento com a Estratégia RIS3 definida para a Região, o Governo dos Açores vai indicar à Assembleia Geral da associação NONAGON o nome de Arnaldo Fernandes de Oliveira Machado para o cargo de Presidente do Conselho de Administração do Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel.

Arnaldo Machado, licenciado em Organização e Gestão de Empresas pela Universidade dos Açores, com uma pós-graduação pela Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa, possui uma vasta experiência académica, profissional e em funções públicas ligadas à economia e, em especial, à promoção do investimento e da competitividade empresarial.

Entre outros cargos, exerceu as funções de Diretor Regional de Apoio à Coesão Económica e de Diretor Regional de Apoio ao Investimento e à Competitividade.

Foi docente das cadeiras de Econometria e Política Económica do Departamento de Economia e Gestão da Universidade dos Açores e assistente convidado da Universidade da Madeira, onde lecionou a cadeira de Política Económica e Monetária.

Membro do Conselho Geral da IFD – Instituição Financeira de Desenvolvimento, desde março de 2017, o até agora Presidente do Conselho de Administração da SDEA – Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, foi ainda Representante da Região Autónoma dos Açores na Comissão de Acompanhamento do COMPETE - Programa Operacional de Fatores de Competitividade.

O NONAGON, primeiro Parque de Ciência e Tecnologia da Região, numa iniciativa do Governo dos Açores em parceria com a Câmara Municipal da Lagoa e a Universidade dos Açores, integra a Rede Regional de Incubadoras, constituindo um agente catalisador de sinergias nos processos de inovação que têm impacto, presente e futuro, na economia real.


Fonte: GaCS

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos