Economia

Aumento de 50% nos projetos de investimento durante o ano 2017

  • 8 de Dezembro de 2017
  • 115 Visualizações, Última Leitura a 17 Setembro 2019 às 14:23
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Anunciou o vice-presidente do Governo, Sérgio Ávila, no lançamento da revista ‘100 Maiores Empresas dos Açores’ Nos últimos nove meses, candidataram-se aos regimes de incentivo empresarial dos Açores novos projetos num valor global de 100 milhões de euros de investimento.

O anúncio foi feito pelo vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, que falava durante o lançamento e cerimónia de entrega de prémios da revista ‘100 Maiores Empresas dos Açores 2016’, que ontem decorreu no Hotel Marina Atlântico, em Ponta Delgada.

Conforme acrescentou Sérgio Ávila, este volume de projetos de investimento, apenas em nove meses deste ano, representa um crescimento de 50 por cento face aos cerca de 200 milhões de euros de valor global de investimento que tinham sido candidatados aos regimes de incentivos do Competir+ desde a sua abertura no início de 2015, ou seja, nos dois anos anteriores.

Para Sérgio Ávila, este é um sinal de “reforço da confiança” na economia açoriana “que irá gerar impactos positivos no crescimento económico e na criação de mais e melhor emprego”.

Considerando que ainda encara com “otimismo moderado” a atual conjuntura económica dos Açores, o vice-presidente do Governo dos Açores lembrou que “2016, como é por todos reconhecido, foi um ano de consolidação do crescimento económico que já se tinha começado a verificar em 2015”.

Para Sérgio Ávila e ao contrário do que tinha acontecido até ao ano passado, este ano está a verificar-se um crescimento generalizado em todos os principais setores da economia açoriana.

Ou seja, se até 2016, foi sobretudo o turismo que puxou pela retoma económica, este ano está a verificar-se que também o setor agrícola e da indústria agroalimentar estão a recuperar da forte crise que se seguiu ao embargo russo e ao fim das quotas leiteiras na União Europeia em 2015.

O vice-presidente do Governo dos Açores lembrou, por fim, que o clima de maior confiança que se vive atualmente na economia dos Açores tem como principais protagonistas “as empresas e os trabalhadores açorianos” porque “foram eles que conseguiram vencer os desafios, foram eles que conseguiram aguentar os momentos de maior adversidade, foram eles que conseguiram inverter o ciclo decrescente e foram eles que conseguiram retomar a confiança e investir”.

Também intervenientes na cerimónia, o presidente do júri das ‘100 Maiores Empresas dos Açores’, Álvaro Dâmaso, manifestou-se preocupado com o estado atual do mundo e elogiou o trabalho das empresas distinguidas, enquanto que o diretor do Açoriano Oriental, Paulo Simões, falou da importância da Marca Açores e do crescimento do turismo, mas alertou para a necessidade de uma maior aposta da economia açoriana na inovação.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos