Economia

Comissão apresenta nova estratégia para as RUP

  • 25 de Outubro de 2017
  • 326 Visualizações, Última Leitura a 25 Agosto 2019 às 04:53
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Comissão Europeia apresentou uma nova estratégia para as Regiões Ultraperiféricas (RUP), que nos Açores pode contribuir para a solidez da economia azul, a competitividade do agroalimentar e a empregabilidade dos jovens, entre outros.

A nova estratégia para as RUP foi anunciada na terça-feira e estabelece um acompanhamento personalizado, em conjunto com os Estados-Membros, para ajudar estas regiões “a tirar partido das suas vantagens únicas e criar oportunidades para os seus cidadãos”.

De acordo com a Comissão Europeia, “ao incentivar as Regiões Ultraperiféricas a tirar partido das suas vantagens únicas, a estratégia ajudá-las-á a criar novas oportunidades para os seus habitantes, a promover a inovação em setores como a agricultura, a pesca ou o turismo e, em simultâneo, a aprofundar a cooperação com os países vizinhos”.

No caso dos Açores, esta estratégia poderá contribuir, em especial, para um setor da economia azul sólido, ao incentivar o desenvolvimento das energias renováveis marinhas, das pescas, das biotecnologias azuis e da pesca local, assim como para um setor agroalimentar mais competitivo, com processos de produção modernizados.

Por outro lado, permitirá uma mobilidade e empregabilidade acrescidas, bem como o desenvolvimento de novas competências dos jovens, ao contribuir financeiramente para que estudantes e voluntários viajem com o programa Erasmus + e o Corpo Europeu de Solidariedade.

No arquipélago dos Açores facilitará também a participação de investigadores e as suas atividades no programa de investigação Horizonte 2020.

Esta estratégia garantirá ainda um apoio acrescido às ligações de transportes e a tomada em consideração dos interesses da Região a montante da negociação dos acordos comerciais que envolvam produções locais específicas, como os produtos lácteos, a carne de bovino e o ananás.

Segundo a Comissão Europeia, esta estratégia para as RUP tem por objetivo ajudar as nove regiões situadas a milhares de quilómetros do continente “a exprimir plenamente o seu potencial”.

“Sempre concedi uma atenção especial às nove regiões denominadas ultraperiféricas, que são, antes de mais, regiões europeias e que projetam a presença da Europa no mundo.

Esta estratégia, que constitui a base de uma parceria privilegiada, renovada e reforçada, é um exemplo concreto de uma Europa que protege, proporciona os meios de agir e oferece a todos iguais oportunidades”, afirmou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Neste sentido, a Comissão Europeia compromete-se a “tudo fazer para moldar políticas que reflitam melhor as realidades e os interesses desses territórios, nomeadamente aquando da negociação de acordos de comércio ou de pesca”.

Com este objetivo será criada uma plataforma de diálogo que associará as regiões e os seus Estados-Membros, as instituições europeias e os operadores privados, que realizarão reuniões de intercâmbio durante o processo legislativo.

A Comissão estabelecerá também, mediante pedido, grupos de trabalho especiais sobre questões específicas como, por exemplo, de que modo utilizar melhor os fundos europeus ou promover o emprego.


Fonte: Açoriano Oriental

 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos