Economia

Marca Açores precisa de ser consolidada para criar valor

  • 13 de Outubro de 2017
  • 29 Visualizações, Última Leitura a 18 Outubro 2017 às 12:00
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O economista Gualter Couto defendeu ontem, em Ponta Delgada, ser chegado o momento de a Marca Açores ser “consolidada” e de a Região definir que produtos, e atualmente são mais de 1800, deverão ostentar esta marca no exterior.

Falando no segundo Fórum de Clientes da Garval – Sociedade de Garantia Mútua subordinado ao tema “Criação de Valor para as PME”, o professor da Universidade dos Açores sustentou que a Região já deu “passos gigantes” relativamente à Marca Açores, mas o desafio agora é o de “consolidar a marca”.

“É necessário percebermos como vamos consolidar a nossa marca, porque há uma grande diferença entre um selo e uma marca”, alertou Gualter Couto perante uma plateia de dezenas de empresários, representantes de instituições de crédito, associações empresariais e outros parceiros institucionais da Garval.

Defendeu que se os Açores se querem “posicionar no ambiente externo”, há que “no meio de todos os nossos produtos ver o que queremos efetivamente que seja a Marca Açores”, e que seja diferente “pela sua qualidade, inovação e valor emocional que cada um destes produtos nos traz”.

Deu o exemplo da Suíça que, apesar de importar “quase tudo”, conseguiu posicionar a Marca Suíça. É o caso do relógio: “Quando alguém o compra não é só para ver as horas, está a comprar muito mais do que isso. É a ligação emocional à marca”.Gualter Couto deixou ainda um apelo aos empresários para que apostem cada vez mais na inovação, na criatividade e não se fiquem pelo sucesso de hoje.

“A criação de valor nas Pequenas e Médias Empresas passa hoje pela inovação, que veio para ficar e é cada vez mais exigente”, disse para alertar que “não podemos ficar à sombra da bananeira. Posso ter muito sucesso hoje, mas se eu reduzir ou abrandar na inovação, podemos ser ultrapassados pela concorrência”.


Empresas têm aproveitado apoios

Para o Presidente da Sociedade de Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), Arnaldo Machado, as empresas açorianas têm sabido “aproveitar os apoios e incentivos públicos, assim como o clima fiscal mais favorável” (ver caixa).

As empresas, que permanecem a competir no mercado, têm feito, inclusivamente, “um esforço extraordinário não só em lidar com diversos constrangimentos, em superar obstáculos ou em se adaptar à mudança, como também a reinventar as suas formas de financiamento”, sublinhou.

Por isso, a atual dinâmica da iniciativa privada que se assiste nos Açores deve-se, na opinião de Arnaldo Machado, “não apenas a uma conjuntura económica favorável ou aos incentivos ao investimento privado, mas também a uma nova geração de empreendedores que acreditam nos Açores, nas suas potencialidades e que sabem tirar proveito dos nossos recursos”.

Vai mais além: “As pequenas iniciativas que estão a surgir um pouco por todo o lado, e que têm estado na base da criação de muitas novas empresas, algumas de reduzida dimensão, estão a contribuir de forma muito significativa para gerar riqueza e criar emprego”.


Concedido financiamento de 295 ME a Pequenas e Médias Empresas

Para ajudar as PME´S, a Região tem em curso um sistema de incentivos para a competitividade empresarial, sendo o Competir + a face mais visível da estratégia para “alavancar o investimento privado”, referiu o presidente da SDEA, Arnaldo Machado.

No âmbito do Competir +, a SDEA já recebeu 692 candidaturas, representando um investimento privado de mais de 295 milhões de euros (ME), estimando-se a criação de 1365 postos de trabalho.

Para além destes incentivos, o setor empresarial tem ainda acesso a outras formas de financiamento, sendo o caso da Garantia Mútua.

Através da Garval (que em 2016 abriu uma delegação em Ponta Delgada) já foram apoiadas mais de 1700 empresas nos Açores, representando mais de 195 ME de financiamento garantido e cerca de 196 ME de investimento apoiado, originando mais de 22 mil empregos apoiados ou mantidos.


Fonte: Açoriano Oriental

 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos