Economia

Cursos de guias melhoram serviço dos parques naturais

  • 8 de Outubro de 2017
  • 11 Visualizações, Última Leitura a 18 Outubro 2017 às 12:06
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Governo está a preparar Planos de Gestão dos Parques Naturais. Cursos de guias em todas as ilhas pretendem melhorar serviços aos visitantes.

A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro, afirmou que o Curso de Guias de Parques Naturais dos Açores é “mais um caminho” na qualificação dos recursos humanos e dos serviços prestados aos visitantes.

O Governo dos Açores está entretanto também a preparar os Planos de Gestão dos Parques Naturais de Ilha e os Planos de Ação das Reservas da Biosfera, que deverão estar concluídos em 2018.

Os Planos de Gestão dos Parques Naturais de Ilha permitem diagnosticar os valores e as ameaças presentes em cada área protegida, estabelecendo objetivos de gestão, enquanto os Planos de Ação das Reservas da Biosfera vão “contribuir para melhorar o bem-estar cultural, a qualidade de vida e as condições socioeconómicas das comunidades das quatro Reservas da Biosfera”, afirmou a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo.

Citada pelo GACS, Marta Guerreiro falava em Angra do Heroísmo na abertura do Curso de Guias de Parques Naturais dos Açores na ilha Terceira, uma iniciativa que “se pretende que chegue a todas as ilhas do arquipélago”, referiu a secretária regional.

Os Parques Naturais dos Açores pretende promover património natural da Região numa perspetiva de “gestão sustentável do território e de valorização do turismo de natureza”.“Iniciámos em 2016 a realização deste curso nas ilhas do Pico, Faial e São Miguel, a que se juntam este ano a Terceira, a Graciosa e São Jorge e, no início de 2018, as Flores, o Corvo e Santa Maria”, explicou Marta Guerreiro.

Os Cursos de Guias de Parques Naturais dos Açores vão certificar profissionais para acompanharem e guiarem grupos de visitantes às áreas protegidas, bem como para partilharem a interpretação ambiental e cultural do meio envolvente, “dando seguimento ao processo de melhoria dos serviços dos Parques Naturais dos Açores”, salientou Marta Guerreiro.

Para a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, é por isso, essencial que todos os ativos possam ter acesso a informações sobre o património natural e histórico-cultural, noções de comunicação e turismo, orientação e técnicas de socorrismo e resgate.

O Governo dos Açores aumentou em 25% o efetivo do corpo de Vigilantes da Natureza, passando de 32 para 40 elementos, disse ainda Marta Guerreiro, sendo este “mais um passo no quadro da estratégia de desenvolvimento sustentável que estamos a implementar nos Açores”, concluiu.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos