Economia

Costa fala na ONU do centro de investigação para os Açores

  • 21 de Setembro de 2017
  • 52 Visualizações, Última Leitura a 18 Dezembro 2017 às 16:37
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Primeiro-ministro defendeu ontem em Nova Iorque a importância do desenvolvimento de uma “economia azul”.

O primeiro-ministro defendeu ontem a importância do desenvolvimento de uma “economia azul” com base nos oceanos, salientando que Portugal está a trabalhar com governos e parceiros internacionais para estabelecer nos Açores um centro internacional de pesquisa.

Falando em Nova Iorque, na conferência “Oceanos - oportunidades de riqueza”, que foi promovida pela Noruega e que se realizou no âmbito da sessão anual da 72.ª Assembleia Geral das Nações Unidas, António Costa evocou a tradição marítima histórica de Portugal e os 500 anos da circum-navegação de Fernão Magalhães e referiu-se à importância da investigação científica marinha.

Neste domínio, frisou que Portugal tem estado a trabalhar com outros governos e investidores internacionais para estabelecer um centro de pesquisa internacional dos Açores.

“Uma organização científica internacional nas ilhas dos Açores que tem como objetivo desenvolver uma nova plataforma de pesquisa interdisciplinar, explorando as sinergias entre espaço, clima, energia, ciências do oceano e do conhecimento”, disse, numa intervenção proferida em inglês.

No seu discurso, António Costa referiu também que Portugal organizou recentemente uma conferência sobre oceanos em Lisboa, iniciativa que disse ter promovido uma reflexão sobre as relações entre a saúde humana e os oceanos.

“Nesta, como em muitas outras áreas, só com uma atuação coletiva será possível fazer-se a diferença para as nossas populações, para o planeta e para a nossa prosperidade. Portugal será um parceiro credível e empenhado nesse esforço”, acrescentou o primeiro-ministro.



Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos