Economia

Perspetiva do ‘rating’ dos Açores sobe para positiva

  • 7 de Setembro de 2017
  • 32 Visualizações, Última Leitura a 20 Novembro 2017 às 07:27
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Vice-presidente destaca esta melhoria da perspetiva do ‘rating’ como “sinal positivo” que permite “consolidar retoma do crescimento”.

A agência de notação financeira Moody’s melhorou a perspetiva do ‘rating’ atribuído à Região Autónomas da Madeira e dos Açores de estável para positiva.A Moody’s mantém a notação de não investimento atribuída aos Açores (’Ba2’, o segundo nível de lixo) e à Madeira (em ‘B1’, o quarto patamar de lixo).

A revisão da perspetiva de estável para positiva acontece depois de a agência de notação financeira ter melhorado o ‘outlook’ do rating atribuído à dívida soberana portuguesa, na passada sexta-feira, e “reflete a diminuição da pressão” sobre as Regiões Autónomas.

Para a Moody’s, a base de receita fiscal das duas Regiões Autónomas vai aumentar à medida que as perspetivas de crescimento económico do país no médio prazo melhoram, o que vai “resultar em mais transferências” para os dois governos regionais.

“Estes elementos vão apoiar os esforços das regiões para rebalançar os seus orçamentos e, dessa forma, assim reduzir as suas necessidades de endividamento”, afirma a agência.Para o vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, a perspetiva do ‘rating’ atribuída à Região é um “sinal positivo” que permite “consolidar esta trajetória de retoma do crescimento económico”.

“É um sinal positivo, de satisfação, não de euforia porque já era esperado, e que, essencialmente, permite consolidar esta trajetória de retoma de crescimento económico e estabilidade financeira que a Região tem vindo a registar e que agora tem este reconhecimento adicional por parte da agência de ‘rating’, mas que esperamos que tenha continuidade na melhoria ainda superior dos níveis de notação da Região”, referiu.Sérgio Ávila destacou mesmo o sentimento de “segurança e confiança” dos mercados face aos Açores.

“O que sentimos é que os mercados financeiros internacionais há muito tempo que reforçaram o sentimento de segurança e de confiança na evolução económica e financeira da Região”, adiantou.Segundo o governante, “de há bastante tempo a esta parte”, o executivo regional vinha “a registar, não só uma redução muito significativa dos encargos financeiros, como uma acessibilidade reforçada aos mercados financeiros”.

“Neste contexto, esta melhoria da notação da agência de ‘rating’ corresponde àquilo que já na realidade vinha acontecendo”, adiantou. Recorde-se que a Moody’s anunciou no dia 1 de setembro que mudou a sua perspetiva sobre a dívida pública portuguesa de estável para positiva, mantendo, por outro lado, o seu ‘rating’ em Ba1 (nível especulativo, vulgarmente chamado de ‘lixo’).


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos