Economia

Hotelaria dos Açores com 3ª maior subida na ocupação

  • 30 de Agosto de 2017
  • 25 Visualizações, Última Leitura a 18 Outubro 2017 às 12:11
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O Grande Porto liderou a taxa de ocupação em hotéis nacionais no passado mês de junho, com 90%, seguindo-se Lisboa (88%) e a Madeira (87%), com os maiores crescimentos a terem lugar no Minho (13,4 pontos percentuais), Leiria/Fátima/Templários (12 pontos percentuais) e Açores (6,6 pontos percentuais).

De acordo com o Tourism Monitors da Associação de Hotelaria de Portugal (AHP), em junho, registou-se um crescimento a dois dígitos nos preços em praticamente todos os destinos - à exceção do Estoril e Madeira - no preço médio por quarto ocupado.

A taxa de ocupação por quarto subiu 2,2 pontos percentuais na comparação homóloga, com a AHP a destacar o crescimento de 5.6 pontos percentuais nas unidades de três estrelas, ao conseguirem uma taxa de 80%.

A taxa de ocupação neste primeiro semestre foi de 67%, numa subida de 3,5 pontos percentuais.No mesmo período, o preço médio por quarto ocupado fixou-se nos 93 euros, ou seja mais 13% que em junho de 2016, sendo os destinos com mais acréscimos o Grande Porto (19%), Coimbra (18%) e o Oeste (17%).

A nível do RevPar (receita por quarto disponível), a subida foi de 16%, para 76 euros, com destaque para Lisboa (97 euros), Algarve (88 euros) e Grande Porto (83 euros).

No período analisado, a receita média por turista teve um aumento superior a 7%, fixando-se nos 131 euros, com destaque novamente para o Grande Porto, que teve um crescimento de 19%, e para a Madeira com uma receita média de 299 euros. Em junho, lazer, recreio e férias dominaram a motivação das dormidas nos hotéis nacionais, com 78%.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos