Economia

Avança estrutura para acompanhamento do setor da carne dos Açores

  • 8 de Junho de 2017
  • 54 Visualizações, Última Leitura a 21 Agosto 2017 às 11:55
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Secretaria Regional da Agricultura dos Açores vai criar uma estrutura de acompanhamento e intervenção no setor da carne de bovinos, que tem como fundadores o executivo, a Câmara de Comércio e Indústria e a Federação Agrícola O anúncio foi feito hoje pelo secretário regional da Agricultura, João Ponte, depois de uma reunião que juntou várias entidades ligadas à fileira da carne em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

“Chegámos a um acordo em relação à constituição e funcionamento da estrutura, que vai ter três sócios fundadores, o Governo Regional, a Federação Agrícola dos Açores e a Câmara de Comércio e Indústria dos Açores”, afirmou.

João Ponte adiantou que podem aderir à estrutura todas as associações e cooperativas, com os mesmos direitos e deveres dos sócios fundadores.

“Esta foi a forma que encontrámos de ter a maior representação possível do setor”, declarou o governante, considerando que esta foi uma forma “expedita” de ultrapassar as críticas de associações agrícolas do Pico e Terceira.

A este propósito, João Ponte declarou que “esta estrutura é para acrescentar e não para dividir”, realçando a importância da fileira da carne, “que tem muito a dar à região”.

“Todos estamos empenhados em fazer o melhor possível, em valorizar a carne dos Açores”, referiu, considerando que “a afirmação do setor não tem a ver com quantidade”, mas com qualidade.
O governante reconheceu que, embora a carne dos Açores seja “reconhecida e apreciada”, o desafio passa por a região ser “mais forte junto da distribuição”.

Adiantando que esta estrutura, ainda sem designação, “não é para substituir nem a Federação Agrícola nem outras entidades”, mas para “pensar o mercado da carne no ponto de vista transversal”, João Ponte justificou a presença do executivo açoriano no novo organismo porque “define as políticas da carne e agrícolas da região”.

Questionado sobre qual será a primeira iniciativa desta estrutura, o secretário regional da Agricultura e Florestas apontou a definição de um plano de ação, cujo conteúdo não adiantou, destacando que o “espírito de união” é “fundamental para a afirmação do setor da carne”, mas é extremamente importante” para o rendimento dos agricultores.

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas convidou em maio mais de uma dezena de parceiros para criar esta estrutura de acompanhamento e intervenção no setor da carne de bovinos, em defesa de uma fileira competitiva, alicerçada na investigação e na produção sustentável.

Segundo uma nota de imprensa do executivo açoriano, “esta associação terá como missão promover a carne açoriana, encontrar mecanismos de valorização da fileira, promover estudos científicos, prestar aconselhamento político e analisar os mercados nacionais e internacionais, com vista ao desenvolvimento de uma fileira economicamente importante e em crescimento no arquipélago”


Fonte: LUSA

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos