Economia

Açores participam na Conferência dos Oceanos na ONU

  • 7 de Junho de 2017
  • 286 Visualizações, Última Leitura a 22 Julho 2019 às 02:29
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Região Autónoma dos Açores vai marcar presença no decorrer desta semana na Conferência dos Oceanos, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, integrada nos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Conforme vem descrito numa nota difundida pelo Gabinete de Apoio à Comunicação social do governo regional, citando o diretor regional dos Assuntos do Mar, o arquipélago dos Açores está “empenhado em contribuir para o sucesso da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, sobretudo no que concerne à promoção de um oceano saudável e mais produtivo, com capacidade de potenciar a riqueza, e que permita, através de um conjunto de medidas concertadas, “o usufruto estético e cultural dos seus valores e o desenvolvimento económico justo, em benefício das populações que dele dependem e da humanidade.”

Filipe Porteiro integra a delegação portuguesa neste fórum, cujo principal objetivo passa por mobilizar a comunidade internacional para a conservação e o uso sustentável dos oceanos e dos recursos marinhos.

De acordo com a mesma nota de imprensa, nesta conferência vão ser postos a discussão temas como a gestão sustentável da pesca, a eliminação da pesca ilegal e a promoção das pescas artesanais sustentáveis, assim como a diminuição da poluição e do lixo marinho e a necessidade de implementar políticas baseadas nos ecossistemas, com a inversão do processo de acidificação dos oceanos. Haverá ainda espaço para o  debate no que à definição de áreas marinhas protegidas diz respeito, que cubram, pelo menos, 10% do mar e o aumento do conhecimento científico sobre os oceanos.

No âmbito desta Agenda, as várias entidades foram convocadas para apresentar compromissos voluntários que contribuam para que seja possível atingir as metas definidas, tendo Portugal assumido nove compromissos, entre os quais se encontra o desenvolvimento do AIR Center.

Atualmente, estão a ser desenvolvidas na Região políticas que visam reduzir a produção de lixo marinho no mar dos Açores, através das iniciativas e projetos incluídos no Plano Ação para o Lixo Marinho (PALMA) e no Plano Estratégico de Gestão de Resíduos da Região Autónoma dos Açores (PEGRA). Mais, estão também a ser implementados mecanismos de ordenamento do espaço marítimo dos Açores, baseados em princípios de gestão ecossistémica, e está a ser aplicada de forma eficiente a Diretiva Quadro Estratégia Marinha.

O apoio à investigação sobre os impactos da acidificação do oceano, a  melhoria da cobertura e funcionamento da Rede de Áreas Marinhas Protegidas dos Açores, a integração do Parque Marinho dos Açores em redes transatlânticas, a melhoria da gestão das pescas artesanais que se praticam na Região, assim como o apoio às Ciências do Mar com vista ao aumento do conhecimento dos ecossistemas marinhos são outras das medidas em curso nos Açores.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos