Economia

Açores superam expectativas da maioria dos visitantes

  • 6 de Abril de 2017
  • 285 Visualizações, Última Leitura a 19 Agosto 2019 às 16:36
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Sete em cada dez turistas que visitaram os Açores em 2016 afirmaram que a experiência no arquipélago superou as suas expectativas, revelou o Observatório do Turismo dos Açores.

De acordo com os dados do Inquérito à Satisfação do Turista que Visita os Açores, realizado pelo Observatório do Turismo dos Açores, 30,7 por cento dos turistas avaliaram a experiência de visita face à expectativa inicial como “muito melhor”; 40,7 por cento como “melhor”; e 26,4 como sendo “o que esperavam”. Apenas 2,2 por cento afirmou ter sido “pior” do que as expectativas.

Apesar da avaliação globalmente positiva, os turistas consideram ser necessário ainda melhorar a sinalização turística assim como a divulgação de eventos socioculturais.

Neste inquérito, os visitantes revelam ainda que os transportes e mobilidade, assim como a informação e sinalização turística não os satisfez por completo, ainda que a avaliação destes dois itens seja positiva, de 3,7 e 4, numa escala de 1 a 5, em que 1 indica “Muito insatisfeito” e 5 “Muito satisfeito”.

Já quando se chega às sugestões apresentadas pelos visitantes destaque para a melhoria da qualidade da comida; a preservação da zona comercial dos centros históricos; o alargamento do horário de funcionamento das atrações turísticas e o melhoramento das práticas ambientais da população local, nomeadamente na reutilização de garrafas de vidro e plástico.

Os turistas que visitaram a Região em 2016 revelaram ainda que valorizam a paisagem/natureza, a qualidade ambiental, a limpeza, o fator “novidade” e a segurança como sendo os principais atributos do destino.

O Inquérito à Satisfação do Turista que visitou os Açores em 2016, reúne informação de 1088 turistas, dos quais 48,2 por cento eram portugueses e os restantes estrangeiros provenientes de países como Alemanha, Espanha, Estados Unidos, Países Baixos e Reino Unido, entre outros.

As faixas etárias 25-34 anos e 35-44 anos reúnem 42 por cento dos inquiridos.

 

Pacotes turísticos variam, em média, entre mil e dois mil euros

Quarenta por cento dos visitantes revelaram que optaram por um pacote turístico, tendo quase metade destes turistas pago valores que variaram entre 1000 e 1500 euros ou entre 1500 e 2000 euros.

Já entre os turistas que não adquiriram pacotes turísticos, para a maioria, os gastos dividiram-se pela viagem, alojamento restauração, bares, rent-a-car, entre outros.

A viagem, para quase metade dos inquiridos, representou gastos entre 100 e 300 euros, enquanto o alojamento abrangeu variações de valores superiores, distribuindo-se com percentagem  quase idêntica desde os 100 a 200 euros até aos 500 a 600 euros.

Por sua vez, no aluguer de carros, a maioria dos visitantes revela ter gasto entre 40 e 200 euros.

Já a compra das viagens foi feita através de websites de companhias do setor turístico (37,9%), agências e operadores turísticos tradicionais (35,8%), agências e operadores online (26,1%).

Os turistas revelam ainda, na sua maioria, ter viajado em companhias aéreas tradicionais (60,9%) enquanto 29,% diz viajar em ‘low cost’ e 9,7% em voos ‘charter’.

O período de planeamento da viagem foi para perto de 44 por cento dos visitantes superior a três meses antes, enquanto 36% revelou que foi entre 1 a 3 meses e 21% menos de um mês, tendo a ideia de visitar os Açores sido recomendação de familiares e amigos para 36,8%, Internet para 29,4%, recomendado por agência para 11%, brochuras e guias de viagens 10,6% e experiência anterior de viagem 9,9%.

Do total de visitantes, apenas 16,5 por cento beneficiaram de reencaminhamento gratuito, tendo os turistas que não o fizeram afirmado que a opção se a falta de conhecimento (82,3%), a questões burocráticas (10,2%), falta de lugares (2,2%) e outro (5,3%).


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos