Economia

Festival dedicado ao queijo arranca hoje em São Jorge

  • 31 de Março de 2017
  • 174 Visualizações, Última Leitura a 18 Junho 2018 às 15:30
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Entre hoje e o dia 9 de abril estão planeados eventos gastronómicos, mas também debates sobre o futuro deste produto.

A ilha de São Jorge acolhe um festival de queijos, entre hoje e 9 de abril, que inclui ementas especiais nos restaurantes e uma feira com degustação e venda do produto, mas também formações e palestras.

“O objetivo é promover os queijos e também a nossa restauração, para que seja implementada uma tábua de queijos e alguns pratos com queijo. Acho que é um produto que temos de valorizar, num momento em que São Jorge tem aumentado a sua produção e está com alguma dificuldade em escoar o seu produto”, adiantou João Paulo Oliveira, presidente do núcleo empresarial da ilha de São Jorge da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, que organiza a iniciativa.

O “Azorean Cheese Fest” arranca com a “Semana do Queijo”, em que alguns restaurantes da ilha de São Jorge adotam ementas especiais, com tábuas de queijos e pratos que incluem o produto, até 9 de abril. O evento foi antecedido de uma formação de curta duração em cozinha e serviço de sala, em que participaram 12 profissionais de restauração.

Para João Paulo Oliveira, apesar de o queijo de São Jorge já ter alguma projeção, fruto da sua qualidade e dos prémios que tem vencido, é necessário promovê-lo junto de quem visita a ilha.

“O queijo de São Jorge já tem algum nome, mas, se os turistas vão ao restaurante e lhes dão o queijo para que eles o provem, é um cartaz para que depois possam visitar as unidades fabris e o possam adquirir e levar consigo. Quanto mais publicidade houver, melhor para o produto”, frisou.

Os Açores, com 2,5% do território nacional, produzem cerca de 30% do leite do país e 50% do queijo.

Com o fim das quotas leiteiras, em 2015, registou-se um aumento da produção de queijo em São Jorge, o que tem provocado alguns problemas de escoamento, mas o presidente do núcleo empresarial acredita que o constrangimento é pontual. “Acho que será passageiro e que dentro de pouco tempo será regularizado, e que haverá mercado para o queijo que neste momento temos em São Jorge em ‘stock’”, disse.

As estratégias para o aumento das vendas do queijo de São Jorge deverão ser um dos temas em debate no fórum que se realiza no âmbito do “Azores Cheese Fest”, no dia 7 de abril.

É esperada na iniciativa mais de uma dezena de produtores de queijo das ilhas do Faial, Pico, Terceira, São Miguel, Graciosa e São Jorge.

O objetivo do debate, segundo João Paulo Oliveira, é “identificar constrangimentos, encontrar soluções e possibilitar eventuais parcerias de forma a valorizar o queijo produzido nos Açores, e aumentar as suas vendas”.

A discussão continua no dia seguinte com várias palestras sobre o queijo. A conferência será dividida em três painéis: um sobre a história do queijo e a sua ligação ao turismo, outro sobre exportação do produto e outro sobre as tendências e novas oportunidades. Na Escola Profissional da Ilha de São Jorge, onde decorrerão as palestras, haverá ainda espaço para a degustação e venda de queijos e outros produtos regionais e para a realização de ‘show cookings’ sobre queijo.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos