Economia

Açores com recorde de empresas no SISAB em Lisboa

  • 5 de Março de 2017
  • 453 Visualizações, Última Leitura a 25 Agosto 2019 às 05:04
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Um  número recorde de 31 empresas vão estar representadas no Stand dos Açores no Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebidas - SISAB Portugal, que decorre este ano entre os dias 6 e 8 de março, no Meo Arena, em Lisboa.

Os Açores sempre se fizeram representar nas 22 edições do SISAB realizadas até agora, mas a participação das empresas açorianas do setor alimentar e bebida tem vindo a aumentar e ganhou nos últimos dois anos um grande impulso com a criação do selo da Marca Açores.

Entre as 31 empresas que irão marcar presença no SISAB-Portugal deste ano, que começa já amanhã, estão empresas das áreas dos laticínios, conservas, licores, vinhos, compotas ou chá.

O SISAB-Portugal é o maior evento nacional para negócios na área agroalimentar e integra o leque de eventos que a Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA) tem no seu plano de apoio para a participação em feiras e missões empresariais, o Açores Export, que tem por objetivo promover a exportação dos produtos açorianos.

Além disso, tem também a grande vantagem de ter uma muito forte componente internacional.

“O SISAB tem sempre a presença de muitos importadores e este ano deverão estar presentes mais de 1600 compradores internacionais oriundos de mais de 100 países, portanto, é uma grande oportunidade para as nossas empresas, não só na continuação do seu processo de fidelização dos clientes, mas também pelo acesso a novos clientes e novos mercados”, afirma em declarações ao Açoriano Oriental Marisa Toste, vogal do conselho de administração da SDEA e que tem a seu cargo a promoção dos produtos e a gestão da Marca Açores.

Para Marisa Toste, o retorno da participação das empresas açorianas no SISAB tem sido, por isso, “muito bom”.

Para além do mercado nacional, onde a Região já tem notoriedade, a grande aposta da SDEA nos mercados de exportação vai neste momento  para Espanha, França, Itália, Estados Unidos da América e Canadá.

E se há produtos como os laticínios ou as conservas onde a indústria açoriana já consegue ser competitiva e produzir em quantidade, para além da qualidade, em todas as outras produções no setor alimentar e de bebidas, as empresas açorianas procuram sobretudo nichos de mercado onde a qualidade do produto possa ser valorizada e, para isso, a Marca Açores tem contribuído bastante.

Marisa Toste lembra que atualmente já cerca de 95 empresas com mais de 1600 produtos têm o selo da Marca Açores e o reconhecimento dos produtos por essa via tem-se traduzido num aumento das vendas.

Aliás, um inquérito realizado pela SDEA às empresas que já aderiram à Marca Açores revelou precisamente uma satisfação com a diferenciação e a valorização dos seus produtos através do selo da Marca Açores, sendo que o s próprios consumidores manifestam hoje preferência por produtos com origem certificada.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos