Economia

Açores exportam pela primeira vez bovinos vivos para Marrocos

  • 19 de Fevereiro de 2017
  • 317 Visualizações, Última Leitura a 21 Agosto 2019 às 07:39
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Cinquenta e oito bovinos machos cruzados de raças de carne, oriundos do Pico, chegaram quarta-feira ao país africano.

O Governo dos Açores anunciou ontem que a região exportou pela primeira vez bovinos vivos para Marrocos, provenientes de duas explorações da ilha do Pico e que chegaram quarta-feira àquele país africano.

“A secretaria regional da Agricultura e Florestas e a Direção Geral de Alimentação e Veterinária, em articulação estreita com o operador, viabilizaram a primeira exportação de bovinos vivos dos Açores para Marrocos.

Os 58 bovinos machos cruzados de raças de carne, com idades entre oito e 12 meses, provenientes de duas explorações da ilha do Pico, chegaram quarta-feira àquele país africano”, informa uma nota do executivo açoriano.

O executivo sublinha que se tratou de “uma operação muito relevante para a agropecuária açoriana, numa altura em que as barreiras sanitárias são, cada vez mais, um sério entrave à movimentação de animais e, deste modo, ao comércio de animais vivos e seus produtos”.

Salientou que, devido “ao reconhecido estatuto sanitário dos efetivos bovinos” da região, têm sido enviados “animais vivos para a União Europeia (Espanha)”.

“Numa época em que não existem fronteiras físicas entre os Estados Membros, este progresso é assim de vital importância para o desenvolvimento de novas relações comerciais dos empresários açorianos, neste caso com países terceiros”, acrescenta o Governo Regional, adiantando que está “em preparação outro processo de exportação para o mesmo destino de um novo lote de animais”.

Para o Governo Regional, “a conquista de novos mercados, como o de Marrocos, pode constituir um importante estímulo para a produção de bovinos nos Açores, quer para produção de carne, para a reprodução, sejam eles de vocação de leite ou de carne, podendo representar um importante incentivo à melhoria dos preços pagos aos produtores açorianos, aumentando os seus rendimentos” e pode indicar “o ponto de partida para novas realidades no comércio e na produção de carne e de genética” no arquipélago.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos