Economia

Hotelaria dos Açores e Madeira com as maiores subidas de preços

  • 19 de Outubro de 2016
  • 422 Visualizações, Última Leitura a 20 Abril 2019 às 04:18
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os Açores estão, este mês, em claro destaque no que toca ao crescimento dos preços da hotelaria do país, em relação ao mesmo período de 2015.

A nível nacional é a Madeira a região que apresenta a maior variação face a outubro de 2015, com um aumento de 5,95 por cento, seguindo-se-lhe a dos Açores com um crescimento de 5,41 por cento.

O mesmo é dizer que, se em outubro de 2015 o preço médio de dormida num hotel açoriano não ultrapassava os 78 euros por noite, este ano o custo médio situa-se nos 89 euros.

A evolução dos preços da hotelaria açoriana, este mês, acompanha, aliás, o crescimento dos preços do  restante país que superam a média europeia.

Segundo dados disponibilizados pela plataforma Trivago, apesar da habitual quebra sazonal nos preços da hotelaria (-19,30 por cento face ao último mês e -2,13 por cento em relação a outubro de 2015),  Portugal encontra-se acima dos valores médios europeus. Londres (-20,26 por cento), Paris (-12,57 por cento) e Roma (-6,25 por cento) são alguns dos principais destinos europeus em queda face a 2015. Entretanto, Lisboa cresce 3,36 por cento e o Porto 7,32 por cento.

Se, contudo, comparar-se os custos de uma noite entre o mês de outubro e o passado mês de setembro, a variação é visivelmente negativa para todas as regiões do país e, sobretudo, para a dos Açores, ou não apresentasse o arquipélago a  mais expressiva descida de preços (21,28 por cento) depois do Algarve (39,23 por cento).

Para que se perceba, em setembro deste ano o valor médio de uma noite num hotel açoriano era de 99 euros e este mês ronda os 78 euros.

O valor é ainda mais acentuado se se olhar para a relação dos preços a nível local. O custo de uma noite em Ponta Delgada, por exemplo, desceu 23 euros entre  o mês de setembro, em que uma noite custava 105 euros, e o mês de outubro, que custa agora 82 euros. Mas mais uma vez, se o termo de comparação for os meses de outubro de 2016 e 2015, a variação volta a ser positiva, registando-se um aumento de 9,33 por cento.

Cascais permanece a localidade mais cara para pernoitar em Portugal, com um custo médio de 141 euros por noite, enquanto Setúbal, com o preço médio de 55 euros, é este mês o destino nacional com os hotéis mais baratos.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos