Economia

Transporte de mercadorias no porto de Ponta Delgada cresce

  • 14 de Outubro de 2016
  • 346 Visualizações, Última Leitura a 19 Fevereiro 2019 às 15:55
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

No segundo trimestre deste ano, o movimento de mercadorias aumentou  no porto de  Ponta Delgada, enquanto na Praia da Vitória caiu.

O movimento de mercadorias aumentou no porto de Ponta Delgada no segundo trimestre deste ano, revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Entre abril e junho, as mercadorias movimentadas no porto de Ponta Delgada aumentaram 1%, enquanto no porto da Praia da Vitória caíram -1,7%.

Segundo o INE, no 2º trimestre de 2016 entraram no porto marítimo de Ponta Delgada 206 embarcações, o que se traduziu num aumento de 3% face ao mesmo trimestre de 2015. A dimensão das embarcações entradas também cresceu (+3,7%), tendo atingido os 3,1 milhões GT.

Em Ponta Delgada, movimento de mercadorias situou-se em 321 mil toneladas, aumentando 1,0%.

Por sua vez no porto da Praia da Vitória entraram 133 embarcações, o que se traduziu numa redução de 3,6% no 2º trimestre face ao ano anterior e a dimensão das embarcações entradas também caiu (-21,4%), tendo atingido os 0,6 milhões GT.

O INE na análise do movimento de mercadorias nos portos nacionais destaca que se registou uma queda no geral do país.

No 2º trimestre entraram nos portos marítimos nacionais 3 780 embarcações, das quais 3 152 de mercadorias, o que se traduziu numa redução de 0,6%. Já a dimensão das embarcações entradas estabilizou, sendo que o movimento de mercadorias diminuiu 1,0%.

O porto de Sines movimentou 11,9 milhões de toneladas de mercadorias (+8,8%), tendo sido responsável por 52,7% do movimento total de mercadorias nos portos nacionais. Os demais principais portos tiveram reduções, como Leixões (-4,4%), ou  Lisboa e Setúbal que continuaram a registar evoluções negativas.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos