Economia

Praia da Vitória oferece formação para o turismo

  • 13 de Outubro de 2016
  • 367 Visualizações, Última Leitura a 23 Março 2019 às 20:35
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Câmara da Praia da Vitória vai disponibilizar formação gratuita para preparar as empresas e a população em geral para a chegada das ‘low cost’.

A Câmara da Praia da Vitória vai disponibilizar formação gratuita para preparar as empresas ligadas ao turismo e a população em geral para o reforço de turistas previsto com os voos ‘low cost’.

“Pretendemos, com isso, que haja uma preparação para bem receber, não que atualmente não saibamos receber, mas para que tenhamos outras ferramentas para podermos trazer valor acrescentado nas nossas conversas”, salientou, ontem, em conferência de imprensa, o presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória em exercício, Tibério Dinis.

Em dezembro, a companhia aérea de baixo custo Ryanair inicia uma operação para a ilha Terceira, estando previstos seis voos semanais, quatro a partir de Lisboa e dois a partir do Porto. Além dos voos ‘low cost’, que poderão trazer um aumento de mil turistas por semana à ilha Terceira, o autarca destacou que 2017 deverá ser um “ano recorde” de passagem de cruzeiros pela Praia da Vitória.

Nesse sentido, a autarquia criou um plano estratégico para preparar o crescimento do turismo, que passa pelo reforço da promoção do concelho e pela formação dos agentes locais, respondendo a um repto dos próprios comerciantes da cidade.

“Ou encaramos o desafio em conjunto e correspondemos em conjunto, ou então esse fluxo turístico grande que vamos ter a partir de dezembro pode ser até negativo, porque o passa a palavra deste fluxo turístico é bastante forte”, salientou o autarca. As ações de formação terão início no final deste mês e serão “gratuitas”, sendo necessária apenas uma inscrição prévia. Segundo Tibério Dinis, a formação destina-se a comércio tradicional, restauração, hotelaria, bares e cafés e agentes turísticos, mas também a taxistas, motoristas, agentes das forças de segurança, funcionários públicos com atendimento ao público e população em geral.

O objetivo é que os participantes tenham mais informações sobre os produtos turísticos oferecidos no concelho, mas também que os funcionários dos vários serviços tenham ferramentas para atender melhor, sobretudo no alojamento rural e local. Por sua vez, Lino Barros, representante dos comerciantes da Praia da Vitória, considerou que o setor terá de se adaptar ao crescimento do turismo, reforçando o ‘stock’, o número de funcionários e os horários de abertura, por exemplo.


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos