Economia

Turismo continua a crescer na casa dos 20% nos Açores

  • 16 de Julho de 2016
  • 363 Visualizações, Última Leitura a 26 Maio 2019 às 07:57
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

As dormidas nos estabelecimentos hoteleiros dos Açores registaram um aumento de 19,6 por cento em maio nos Açores, face ao mesmo mês de 2015 e numa altura em que as ligações ao continente já estavam liberalizadas e já havia companhias ‘low cost’ nos Açores.

Segundo os mais recentes dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA), o crescimento ainda é mais acentuado - 36 por cento - se tivermos em conta o acumulado entre janeiro e maio desde ano, face ao mesmo período do ano passado, quando e durante os meses de inverno de 2015 ainda não vigorava a liberalização.

Em maio, o estabelecimentos hoteleiros dos Açores registaram 148,6 mil dormidas e o acumulado dos primeiros cinco meses do ano já ia em 489,9 mil dormidas. As dormidas de estrangeiros em maio (90,9 mil, com um crescimento de 29,8 por cento) predominaram largamente sobre as dormidas de portugueses (57,6 mil, com um crescimento de apenas 6,5 por cento), uma situação que se atenua se olharmos ao acumulado dos cinco primeiros meses do ano em que  os estrangeiros somaram 256,7 mil dormidas e os portugueses 233,2 mil.

As unidades hoteleiras dos Açores aumentaram também em maio e no período entre janeiro e maio, quer a estada média dos seus hóspedes, que é agora de 3 noites, quer ainda as taxas líquidas de ocupação por cama e quarto, com percentagens acima de 50 por cento em maio e a rondar os 40 por cento, mesmo no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, o que quer dizer que a sazonalidade já não está tão acentuada sobretudo no período entre janeiro e março.

O RevPAR (receita por quarto disponível), o principal indicador da rentabilidade das unidades hoteleiras, foi de 34,1 euros em maio (mais 18,4 por cento) e de 22 euros entre janeiro e maio(mais 33,4 por cento) face a 2015, o que demonstra também fortes crescimentos na capitalização da hotelaria açoriana.

Quanto aos mercados emissores de turistas, os grandes destaques vão para os pronunciados crescimentos do número de dormidas dos norte-americanos e dos espanhóis entre janeiro e maio deste ano, face ao mesmo período de 2015.

Devido sobretudo às novas operações para a ilha Terceira, os hóspedes dos EUA subiram 93,3 por cento no número de dormidas entre janeiro e maio e os espanhóis 308,2 por cento no mesmo período, face a 2015.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos