Economia

Segunda fase do Parque de Exposições da Terceira adjudicada por mais de 4 ME

  • 10 de Junho de 2016
  • 461 Visualizações, Última Leitura a 16 Setembro 2019 às 10:12
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou, na Praia da Vitória, que a segunda fase do Parque de Exposições da Ilha Terceira, já adjudicada ao consórcio Marques S.A./Somague S.A./Tecnovia Açores S.A., num investimento público superior a quatro milhões de euros, apenas aguarda o visto do Tribunal de Contas para se poder iniciar a obra.

“Aguardamos apenas o visto do Tribunal de Contas”, frisou Luís Neto Viveiros, que falava quinta-feira na abertura da 15.ª Feira Agrocomercial AGROTER.

Na sua intervenção, salientou o “percurso ascensional da agricultura açoriana”, particularmente nas últimas duas décadas, destacando também a forma como este setor se "afirmou progressivamente com um dos motores da atividade económica da Região”.

Para o titular da pasta da Agricultura, isso “é fruto do grande esforço, da dedicação e do muito trabalho desenvolvido por todos os agentes ligados ao setor, agricultores, organizações de produtores, agroindústrias, técnicos e investigadores, resultado da sua capacidade em confrontar as adversidades e superar desafios”.

“O Governo dos Açores reconhece todo este esforço, dedicação e trabalho. Reconhece e apoia”, sublinhou Neto Viveiros, reafirmando que apoiar a agricultura “é apoiar o desenvolvimento económico e social dos Açores”.

Nesse sentido, o governante elencou, como exemplo, o significativo investimento público executado e a decorrer em infraestruturas de apoio à atividade agrícola em todas as ilhas ou, ainda, na beneficiação e conclusão da rede regional de abate.

Atualmente, estão em curso procedimentos de investimentos de 15 milhões de euros na construção dos novos matadouros da Graciosa e do Faial e na beneficiação dos matadouros da Terceira e de S. Miguel, a que se seguirão mais investimentos nas unidades de abate do Pico e de S. Jorge.

Estes investimentos inserem-se nas políticas de dinamização da capacidade de exportação da Região, através da consolidação de estruturas de receção de animais, desmancha, transformação, preparação e valorização dos produtos da fileira da carne.

 

Fonte: GaCS

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Cinco mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos