Economia

Conheça as novas regras da carta de condução por pontos

  • 30 de Maio de 2016
  • 1077 Visualizações, Última Leitura a 23 Março 2019 às 17:26
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Novo sistema de carta de condução por pontos entra em vigor esta quarta-feira. Conheça a forma como pode perder ou ganhar pontos.

Os condutores portugueses vão agora ser avaliados por pontos na carta de condução. Como as equipas de futebol os bons condutores são premiados com a conquista de pontos, enquanto os condutores que cometam infrações graves, muito graves ou sejam detidos por infrações ao Código da Estrada, podem ficar sem carta.

Todos os condutores começam com 12 pontos, mas por cada infração grave são retirados, por regra, dois pontos. Existem casos de infrações graves aonde são retirados três pontos, nomeadamente, a condução em excesso de velocidade e ultrapassagens efetuadas antes e nas passagens para peões ou velocípedes.

As infrações muito graves são punidas com a perda de quatro pontos, mas uma infração por excesso de velocidade, acima de 40 km, poderá representar menos 5 pontos.

Caso seja apanhado a conduzir sob a influência de álcool, com uma taxa entre 0,5 e 0,79 g/l é penalizado com menos três pontos. Se estiver com uma taxa de álcool de 0,8 a 1,19 g/l é penalizado com cinco pontos.

Se conduzir com uma taxa igual ou superior a 1,20 g/l de álcool será detido e penalizado com menos seis pontos na carta de condução.

Também se for apanhado num crime de condução perigosa sofre uma penalização de seis pontos.

Os condutores que durante três anos não sejam penalizados com infrações graves, muito graves ou crimes rodoviários recebem um bónus de três pontos.

Os condutores que fiquem com zero pontos ficam sem carta de condução durante dois anos, sendo obrigados a tirar uma nova carta numa escola de condução.

Os condutores podem consultar no Portal das Contraordenações o número de pontos da sua carta de condução, sabendo em tempo real a sua situação.

Estas alterações pretendem fazer diminuir a sinistralidade rodoviária, mas a verdade é que durante os últimos anos já funcionou um sistema de contagem de infrações.

O modelo que agora termina previa que um condutor ficasse sem carta de condução se fosse apanhado com três infrações muito graves, durante um período de cinco anos.

A grande novidade deste sistema é a perda de pontos por crimes rodoviários, como condução sob a influência de álcool ou homicídio por negligência.

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, em declarações ao jornal Expresso, referiu que “o novo sistema levará os condutores a reduzir comportamentos de risco e, consequentemente, a uma diminuição da sinistralidade”.

O responsável salienta que “as novas regras não são um agravamento das penas. Podemos dizer que haverá um agravamento das condições para a cassação da carta de condução”.

 

Álcool na estrada penalizado

Os condutores que sejam apanhados a conduzir sob a influência de álcool vão ser dos mais penalizados com o novo sistema de pontos.

Caso apresente uma taxa igual ou superior a 1,20 g/l o condutor é penalizado com menos seis pontos, sendo ainda detido e notificado para comparecer no tribunal.

Se apresentar uma taxa de álcool entre 0,8 e 1,19 g/l é penalizado com cinco pontos.

Os condutores apanhados com uma taxa de 0,5 e 0,79 g/l são penalizados com menos três pontos.


Pontos perdidos nas passadeiras

A partir de agora quem não ceder passagem aos peões na passadeira é penalizado com a perda de dois pontos. As ultrapassagens em cima de uma passadeira também são penalizadas com a perda de pontos.

Os condutores apanhados a circular com crianças, sem cinto de segurança ou cadeirinha de retenção, são penalizados com menos dois pontos.

Também passar um traço contínuo ou circular com luzes de nevoeiro, sem necessidade, será penalizado com a perda de dois pontos na carta de condução.


Falar ao telemóvel custa dois pontos

Poderá ser apenas uma chamada para avisar que está quase a chegar a casa, mas caso seja apanhado pela Polícia vai ficar com menos 120 euros na carteira e menos dois pontos na carta de condução.

Esta é considerada uma infração grave no Código da Estrada porque pode distrair os condutores.

Também os condutores que não respeitem os sinais vermelhos dos semáforos são penalizados com menos dois pontos. Andar de carro sem seguro é penalizado com a perda de quatro pontos.


Distância para ciclistas

As ultrapassagens aos ciclistas na estrada devem respeitar uma distância mínima de 1,5 metros.

Quem não respeitar esta distância será penalizado com a perda de dois pontos.

Também se aplica a perda de dois pontos a quem não parar num sinal STOP e não respeitar as regras de prioridade.
Quem não utilizar o pisca para assinarlar o início de marcha ou sinalizar a intenção de parar será também penalizado com menos dois pontos na carta de condução.


Como se pode recuperar pontos

Para ganhar pontos na carta de condução existem duas opções. A primeira consiste em estar durante três anos sem cometer nenhuma infração grave, muito grave ou crime rodoviário. Neste caso os condutores são beneficiados com mais três pontos.

Também podem frequentar uma ação de segurança rodoviária e ganhar mais um ponto. No máximo cada condutor pode ter 16 pontos na carta de condução.

Com menos de cinco pontos o condutor é obrigado a realizar esta formação e pagar os seus custos.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos