Economia

"BTL é momento decisivo para o turismo açoriano."

  • 12 de Janeiro de 2010
  • 247 Visualizações, Última Leitura a 22 Novembro 2017 às 16:39
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Entrevista a Miguel Cymbron, Director Regional do Turismo

Qual a estratégia com que a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa deste ano vai ser abordada da vossa parte?

A Bolsa de Turismo de Lisboa constitui um momento muito importante de comunicação para o Turismo dos Açores. Tendo em conta a sua realização no mês de Janeiro, é nela que tradicionalmente lançamos um conjunto de acções direccionadas para os nossos alvos prioritários no mercado nacional, nomeadamente para os profissionais do sector, mas também para o público em geral.
Este é claramente o certame mais importante para o turismo dos Açores, não apenas em termos institucionais, mas também por ser aquele que congrega o maior número de empresários regionais.
Os Açores apostam, por isso, numa presença forte com o objectivo de conseguir captar uma elevada exposição do nosso destino.
Aliás, para se ter uma ideia da dimensão da presença dos Açores na BTL, basta referir que o nosso stand será partilhado por um total de cerca de 300 participantes.


Quais são os momentos-chave da presença no certame?

Os momentos fortes iniciam-se já hoje com o lançamento de uma campanha que prevê a projecção de imagens em 3 dimensões das paisagens dos Açores em vários edifícios de Lisboa, como são os casos da Estação do Rossio, do Monumento dos Descobrimentos e do Marquês de Pombal, entre outros.
Estamos também convictos e com muitas expectativas para aquela que é uma novidade: a “Urban Beach”, no dia 13 de Janeiro, já que esta será uma festa diferente num dos espaços de eleição da capital portuguesa.
Estamos certos que também as actividades programadas com o Embaixador do Turismo dos Açores, Pauleta, vão dar grande destaque à participação da Região na BTL.


A BTL é sobretudo uma mostra de potencialidades ou também um momento importante de negócios?

Para uma região que se tem vindo a afirmar no panorama turístico nacional, a Bolsa de Turismo de Lisboa constitui um espaço fundamental, quer como local para mostrar todas as nossas potencialidades, quer como um espaço de negócios, como pode ser comprovado pela vasta presença dos empresários do sector.

Que mercados nos interessam mais nesta altura e porquê?

A Bolsa de Turismo de Lisboa destina-se essencialmente ao mercado nacional, que é o nosso principal emissor de turistas. Estamos também muito apostados no reforço das campanhas promocionais na Escandinávia devido às recentes alterações que permitiram deixar de trabalhar apenas com um operador, mas também em diversos países europeus, como são os casos de Espanha, França e Alemanha, entre outros.
Existem também excelentes oportunidades de crescimento no mercado norte-americano e canadiano, pelo que vamos dirigir para aí importantes acções promocionais com o objectivo de aumentar a notoriedade da nossa Região.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos