Economia

Hotelaria da Terceira mergulha na crise

  • 5 de Janeiro de 2010
  • 200 Visualizações, Última Leitura a 19 Agosto 2017 às 05:18
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

As quebras na ocupação da hotelaria terceirense o ano passado atingiram os 12 por cento em relação a 2008. Os empresários pedem medidas de apoio.

As unidades hoteleiras da Terceira registaram quebras na ocupação o ano passado que, em alguns casos, atingiram os 12 por cento em relação a 2008.

O presidente da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo, Sandro Paim, disse ontem ao DI que se não forem tomadas “medidas urgentes” para apoiar os sector turístico, a viabilidade de algumas unidades hoteleiras poderá ser colocada em risco a curto prazo.

Sandro Paim espera que em 2010 “seja pelo menos possível recuperar os níveis de ocupação registados em 2008”, ano em que ainda se verificou um acréscimo em relação aos resultados obtidos pelo sector em períodos anteriores.

Tendo em vista a recuperação do sector hoteleiro, o presidente da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo defende “um forte investimento” na promoção do destino Açores nos principais mercados emissores e aponta a realização da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL-2010), na próxima semana, como o momento para dar início a um esforço adicional para captar mais turistas.

“Temos que perceber o que se está a passar com o turismo nos Açores, porque, apesar da crise, houve outras regiões do país onde se registou crescimento em 2009”, afirmou.

Por outro lado, Sandro Paim assegura que são necessárias mais medidas de apoio do Governo Regional para a formação profissional e flexibilização laboral na hotelaria, entre outras.

Custos da sazonalidade
A hotelaria dos Açores registou um crescimento de unidades na última década que é considerado superior à procura.

O surgimento de novos hotéis, sobretudo em São Miguel, foi em grande parte motivado pelas perspectivas do aumento do turismo proveniente dos países do Norte da Europa.

Com a crise financeira, o mercado turístico nórdico e nacional sofreu uma retracção e só deverá começar a recuperar nos próximos meses.

Devido à quebra do número de turistas, alguns hotéis dos Açores optaram por encerrar durante a época baixa.

Entre os hotéis que optaram por fechar portas até Abril estão o Açores-Atlântico e Cléricos (Ponta Delgada), Horta (Faial) e Colombo (Santa Maria).

Na Terceira, apenas a Pousada de São Sebastião, em Angra do Heroísmo, estará encerrada até Abril.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos