Economia

Açores com maior aumento do país nas licenças para construções novas

  • 15 de Dezembro de 2015
  • 461 Visualizações, Última Leitura a 21 Agosto 2018 às 02:15
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os edifícios licenciados diminuíram 6,9% no terceiro trimestre, face ao período homólogo, totalizando 3,5 mil edifícios, enquanto os edifícios concluídos registaram uma quebra de 24,8%, totalizando 2,8 mil edifícios, de acordo com o INE.

A Região Autónoma dos Açores (+29,0%), a Área Metropolitana de Lisboa (+22,6%) e o Alentejo (+20,8%) apresentaram as variações homólogas positivas mais acentuadas no licenciamento para construções novas.

Já a região do Algarve registou o maior decréscimo (-14,5%).

No licenciamento para a reabilitação de edifícios, apenas a Região Autónoma dos Açores apresentou uma subida homóloga de 14,0%.

Comparativamente com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados registou um decréscimo de 5,5% (-5,8% no 2º trimestre de 2015) e os edifícios concluídos diminuíram 3,0% (-9,8% no segundo trimestre de 2015).

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, nos edifícios licenciados para construções novas observou-se um acréscimo de 0,9%, enquanto no licenciamento para reabilitação a queda atingiu os 20,9% (-25,7% no 2º trimestre de 2015).

Do total de edifícios licenciados, 63,3% corresponderam a construções novas e, destes, 64,9% destinaram-se a habitação familiar.

Entre julho e setembro estima-se que tenham sido concluídos 2,8 mil edifícios em Portugal, uma queda de 24,8% face ao mesmo período do ano anterior, correspondendo na sua maior parte a construções novas (65,2%), dos quais 61,3% se destinaram a habitação familiar.

O Algarve apresentou a única variação homóloga positiva no número de edifícios concluídos (+10,3%). Em todas as outras regiões se verificaram quedas homólogas, as mais acentuadas no Centro (-30,8%) e Alentejo (-25,1%). 


Fonte: Lusa

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos