Economia

Aposta na formação das pessoas é fundamental para o turismo

  • 13 de Novembro de 2015
  • 467 Visualizações, Última Leitura a 23 Julho 2019 às 22:17
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O antigo diretor regional do Trabalho, Rui Bettencourt, defendeu que deverá existir uma maior aposta na formação dos profissionais na área do turismo, “sobretudo num momento bom para o setor”.

O atual diretor territorial da Região de Paris considera que existe uma tendência mundial de forte procura por destinos turísticos seguros e de natureza que podem ser aproveitados pelos Açores, mas defende uma aposta elevada na “formação”, para garantir que esta “oportunidade” no crescimento do turismo não se perca.

“É preciso apresentar produtos inovadores e investir na qualificação das pessoas. O setor do turismo assenta muito na qualidade da prestação de serviços e a qualificação das pessoas é fundamental”, assegurou, acrescentando ser este o caminho para se criar emprego e riqueza para a Região.

O antigo diretor regional de Trabalho reconhece ser “necessário continuar a formar” pessoas para o turismo, mas conta que o grande segredo “é antecipar” a formação.

“O grande segredo da qualificação para o setor como o turismo é antecipar as necessidades e pensar que necessidades existem dentro de três a quatro anos”, sinalizou.

Rui Bettencourt considera o crescimento no turismo pode ser fundamental para garantir a descida do desemprego nos Açores, através dos empregos diretos e indiretos.

“O turismo vai mexer com toda a economia e emprego. Aliás é interessante que o turismo consegue receber emprego com diferentes níveis de qualificação”, indicou.

Durante o Fórum do Turismo, Rui Bettencourt, aproveitou para desafiar os empresários do turismo a serem inovadores. “É necessário inovar em permanência”, indicou que este processo “não é apenas pela via tecnológica”, mas sobretudo em “novos métodos de trabalho”.


Crescimento do turismo permite fidelizar consumidores nacionais

O aumento de turistas provenientes do continente para os Açores permite “fidelizar consumidores nacionais” e aumentar as vendas “diretamente aos consumidores”.

A ideia foi defendida por Jorge Rita, presidente da Federação Agrícola dos Açores, defendendo que estes dois setores devem andar de mãos dadas para garantir o crescimento da economia dos Açores.

Jorge Rita defende que o “turismo será o setor que mais vai crescer nos próximos anos”, mas aproveitou para alertar os governantes “que nem todas as promoções foram bem feitas”, pedindo para “os parceiros sociais” serem ouvidos pelos governantes. “Temos que nos habituar a ouvir as críticas dos parceiros sociais. Quem está no governo deve perceber que são críticas para construir”.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos