Economia

Europa vai dar mil euros para cada produtor de leite

  • 16 de Setembro de 2015
  • 501 Visualizações, Última Leitura a 20 Agosto 2019 às 10:31
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Portugal vai receber 4,8 milhões de euros de ajudas para apoiar o setor do leite e produtos lácteos, de um total de 420 milhões distribuídos por todos os Estados-membros, foi ontem divulgado em Bruxelas. Este valor representa cerca de mil euros por cada produtor de leite em Portugal.

Estes 420 milhões destinados ao setor do leite são a fração mais importante do pacote alargado de 500 milhões de euros de ajuda aos agricultores europeus.

A partição por Estado-membro dos 420 milhões de euros foi calculada em função das quotas de produção de 2014, regime que foi abolido no dia 31 de março, disse o comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan.

Os restantes 80 milhões, salientou, destinam-se a ajudar os produtores de carne de porco, particularmente afetados pela quebra do preço devido ao embargo russo.

Phil Hogan anunciou ainda ter decidido aumentar o nível de ajuda para o leite em pó desnatado “em mais de 100%” e fixar por um ano o período de armazenamento, de modo a tornar o regime ainda mais eficaz na redução da pressão no lado da oferta.

A Comissão Europeia prevê que 70% dos pagamentos diretos aos produtores possam ser adiantados, e já a partir de 16 de outubro, em vez de 01 de dezembro, desde que os Estados-membros tenham concluído os controlos necessários.

Fernando Cardoso, director-geral da Federação Nacional das Cooperativas de Leite e Lacticínios (Fenalac) fez as contas aos apoios para Portugal, através do jornal Público: dividindo os 4,8 milhões pela produção de leite, obter-se-á um apoio de 0,25 cêntimos por litro.

“O preço do leite ao produtor está nos 28 cêntimos, com a ajuda aumenta para 28,25 cêntimos e há doze meses estava nos 33. É uma ajuda muito pequena tendo em conta o que se passou no mercado”, sustenta.

Outra questão que deixou os produtores “perplexos” é a disparidade face a Espanha que irá receber da Comissão Europeia 25,5 milhões de euros.

“A produção em Espanha é três vezes maior que em Portugal, por isso, se tivesse cerca de 15 milhões de euros era mais ou menos lógico. Mas houve outros critérios para definir os envelopes porque Espanha tinha uma quota leiteira três vezes superior, mas conseguiu verbas cinco vezes superiores a Portugal”, lamenta.

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos