Economia

Confiança dos consumidores em máximos de 14 anos

  • 28 de Agosto de 2015
  • 446 Visualizações, Última Leitura a 15 Agosto 2018 às 03:37
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

INE anunciou hoje que o indicador de confiança voltou a crescer em Agosto, prolongando o perfil positivo desde 2013.

O sentimento de confiança entre os consumidores portugueses voltou a reforçar-se em Agosto, prolongando mais de dois anos de ganhos mensais e atingindo valores máximos de 2001. Já o indicador de clima económico estabilizou, travando o crescimento que vinha ocorrendo desde o início de 2013.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística, este aumento reflecte sobretudo as expectativas com a evolução do desemprego, a que se junta também a percepção sobre a situação económica do país (onde os saldos das opiniões "aumentaram expressivamente" para máximos de 2000) e a situação financeira do agregado familiar.

A expectativa de compra de bens duradouros recuperou em Agosto, depois de um agravamento entre Maio e Julho.
No sector empresarial, o indicador de confiança na indústria transformadora recuperou ligeiramente em máximos de mais de seis anos, elevando-se na construção e obras públicas a máximos de mais de cinco anos (com melhoria de opiniões sobre perspectivas de emprego).

Já o sector do Comércio conheceu uma redução ligeira, devido em grande parte ao contributo negativo das expectativas da actividade.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos