Economia

Voos de baixo custo em breve na Terceira

  • 13 de Julho de 2015
  • 624 Visualizações, Última Leitura a 15 Outubro 2019 às 02:21
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

As companhias aéreas de baixo custo (lowcost) começam a voar para a ilha Terceira "muito em breve", anunciou ontem, em Angra do Heroísmo, Duarte Freitas, líder do PSD-Açores.

Segundo o líder social-democrata, as negociações já estão avançadas, restando ultimar pormenores. No entanto, Freitas não se quis comprometer com um dia certo para o primeiro voo.

Contatos posteriores desenvolvidos pelo DI indicam que a primeira empresa lowcost a voar para a Terceira deverá ser a Easyjet, sendo muito provável que as operações comecem na primeira semana de setembro deste ano.

A revelação de Duarte Freitas ocorreu ontem numa unidade hoteleira da ilha Terceira, após uma reunião mantida entre o líder social-democratas e um empresário ligado a esse empreendimento.

"Não duvido que a vinda das companhias de baixo custo para a ilha Terceira vai ser muito importante para a economia da Terceira, das restantes ilhas e de toda a Região, como aliás já acontece com os voos de baixo custo para São Miguel", disse Duarte Freitas.

"POMBO CORREIO"

O secretário regional do Turismo e Transportes reagiu ontem à tarde ao anúncio de Duarte Freitas, acusando o líder social-democrata de ser "um pombo-correio seletivo da República".

Para Vítor Fraga, é "lamentável" que o líder do PSD-Açores procure "tirar louros do trabalho feito pelos outros".

O Árduo trabalho", qualificou mesmo o secretário regional, antes de dar conta de alegadas reuniões havidas nos últimos dias com operadores e de uma proposta que terá sido enviada pela Região ao governo de Lisboa.

Vítor Fraga apelidou mesmo Duarte Freitas de "político cábula", que procura "aparecer na primeira página dos jornais". Em contraponto, o secretário garantiu que o Governo Regional "não trabalha pela agenda mediática".

DEBAIXO DE ÁGUA

O turismo na Terceira atravessa uma fase considerada muito difícil pelos operadores, com quebras que andam nos 20 por cento, quando a Região está a crescer em média e São Miguel a crescer de forma muito significativa (muito acima da média).

A Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo já considerou "perdido" este verão turístico, sobretudo por falta de voos de ligação com o exterior, o que tem permitido às empresas de aviação vender bilhetes a preços que sobem aos 700 euros.

Os empresários aspiram por mais voos na época baixa e sobretudo ligações semanais aos EUA e charters do mercado europeu.

Fonte: Diário Insular

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos