Economia

Turismo na Terceira afunda e contraria subida regional

  • 17 de Junho de 2015
  • 1451 Visualizações, Última Leitura a 17 Outubro 2017 às 13:58
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A ilha Terceira não acompanhou o crescimento do turismo nos Açores que, em abril de 2015, alcançou um crescimento de 20,7% relativamente ao mesmo mês no ano anterior. Pelo contrário, o número de dormidas na ilha Terceira até decresceu em 21%, com uma diminuição do número de dormidas de 11 387 em 2014 para 8 993 em 2015.

Os dados são do Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA), disponibilizados ontem, a 16 de junho, e que divulgam que, no arquipélago, "os estabelecimentos hoteleiros registaram 99,6 mil dormidas" em abril, tendo os proveitos totais atingido "4,0 milhões de euros e os de aposento 2,8 milhões, correspondendo a variações homólogas, respetivamente de 35,2% e 38,0%".

Já nas ilhas Terceira, Graciosa e Flores regista-se, em abril, um decréscimo do número de dormidas (-21%, -45,2% e -44,2% respetivamente) e da própria atividade turística no geral entre os dois anos, em contraste com os números homólogos positivos registados, por exemplo, em Santa Maria (crescimento de dormidas em 74,3%), São Miguel (30,1%) e Faial (31,2%).

Já nos períodos acumulados de janeiro a abril de 2015, e segundo os dados do SREA, "a ilha de S. Miguel com 168,8 mil dormidas concentrou 71,6% do total das dormidas, seguindo-se a Terceira com 28,2 mil dormidas (12,0%) e o Faial com 17,2 mil dormidas (7,3%)".

Apesar disso, a Terceira volta a registar um decréscimo face ao período homólogo, com -4,3% de dormidas entre os meses de janeiro e abril.

Em termos de proveitos por ilha nos estabelecimentos hoteleiros, de janeiro a abril de 2015 a ilha Terceira registou um valor de -6,3% em proveitos totais e de -7,9% em proveitos de aposento, 1 126 284 euros e 873 631 euros respetivamente, valores que vão contra a média de variações homólogas positivas de 20,8% e de 22,5% registadas no arquipélago.

Ainda assim, diz o SREA que, só no mês de abril de 2015, "as ilhas de São Miguel, Terceira e Faial foram as que maior peso tiveram nos proveitos totais, respetivamente com 69,7%, 12,4% e 8,2%".

REAÇÃO DA CCAH

Após a divulgação destes dados do SREA, a direção da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) reagiu em comunicado considerando "muito preocupantes os números da atividade turística divulgados" que "confirmam a enorme quebra anunciada pela CCAH no período da Páscoa".

Para a direção da CCAH, estas quebras na atividade turística nas ilhas Terceira e Graciosa colocam em causa "a sustentabilidade de diversos negócios relacionados com este setor de atividade" e vão ao encontro dos "resultados do inquérito que a CCAH realizou às empresas, e oportunamente divulgados em Abril deste ano, que apontavam para quebras na ordem dos 20%".

Acrescenta ainda a CCAH que, na altura, "considerou que a causa se justificava pelo 'desinvestimento que se tem sentido no que toca à promoção da ilha junto dos Operadores Nacionais e Estrangeiros e, especialmente, na captação de voos diretos'".

Além disso, o diretor regional do Turismo, João Bettencourt, terá afirmado, à altura, que "teria existido 'um crescimento do movimento no aeroporto das Lajes'" e que "estavam 'a ser mantidos contactos' com vista à 'realização de voos charter para a Terceira'", dois aspetos que, segundo a direção da CCAH, continuam sem se concretizar.

Por isso, volta aquele organismo "a questionar o Governo Regional" relativamente a quando serão realizados a "captação das operações charter para a Terceira, e mesmo para o restante Grupo Central", e a "estratégia integrada no Turismo, que envolva todas as Ilhas dos Açores de forma una, menos dependente do mercado nacional, em especial nas Ilhas Terceira e Graciosa, e capaz de mitigar o efeito de sazonalidade no setor".

"As respostas a estas questões", acrescenta a CCAH, "são fundamentais para que os operadores turísticos locais possam planear devidamente a sua atividade".

Fonte: Diário Insular

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos