Economia

Exportações crescem 9,7% mas importações disparam 16%

  • 9 de Junho de 2015
  • 464 Visualizações, Última Leitura a 16 Junho 2019 às 02:53
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

As exportações portuguesas voltaram a crescer a um ritmo elevado em Abril deste ano, com uma variação próxima de 10%. No entanto, essa evolução foi acompanhada por uma explosão das importações, que avançaram 16%.

Depois de um Março já muito positivo para a venda de bens, Abril trouxe um novo crescimento substancial das exportações, com uma variação homóloga de 9,7%.

, tal como no mês anterior, as importações também aumentaram a dois dígitos e observou-se até uma degradação do défice da balança comercial.

No trimestre terminado em Abril, a diferença entre exportações e importações fixou-se nos 2.343,3 milhões de euros, um agravamento de 67,2 milhões face aos mesmos três meses de 2014.

O reforço das exportações deveu-se essencialmente às saídas para outros países da União Europeia, com destaque para combustíveis e máquinas e aparelhos.

O aumento das entradas de bens justificou-se também com a evolução do COMÉRCIO  intra-UE e, embora tenham crescido em todos os grupos de produtos, os combustíveis, os produtos químicos e os veículos foram os que mais cresceram.

Ao contrário do que acontecia no passado, se excluirmos os combustíveis, as importações não seriam muito afectadas (avançariam 13,2%), mas as exportações cresceriam muito menos (5,5%).

que deverá estar ainda a ser influenciado pelo encerramento da refinaria em 2014 (efeito base) e, agora, pela descida do preço do petróleo.

Fonte: JORNAL DE NEGÓCIOS

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos