Economia

Turismo perde 4,4 milhões de euros até Setembro

  • 17 de Novembro de 2009
  • 186 Visualizações, Última Leitura a 22 Agosto 2017 às 03:23
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Nos primeiros oito meses do ano os proventos totais nos estabelecimentos hoteleiros atingiram 41,3 milhões de euros, o que corresponde a uma quebra de 9,8% nas receitas (menos 4,4 milhões de euros).

Já os proventos de aposento atingiram 30,2 milhões de euros, correspondendo a uma variação homóloga negativa de 7,4%.

Em Setembro, os proventos totais e os relativos a aposento registaram uma variação negativa, respectivamente de 17,5% e 15,3%, face a Setembro de 2008.

Neste período, o rendimento médio por quarto (Revenue Per Available Room) foi de 26,9 euros, correspondendo a uma variação homóloga negativa de 9,4%. As ilhas de São Miguel, Terceira e Faial foram as que maior peso tiveram nas receitas totais, respectivamente com 66,7%, 15,5% e 9,7%.

Dormidas

Até Setembro, nos estabelecimentos hoteleiros dos Açores (hotéis, aparthotéis, apartamentos turísticos, pousadas, pensões e estalagens) registaram-se 858,4 mil dormidas, valor inferior em 9,4% ao verificado em igual período de 2008. Naquele período, os residentes em Portugal atingiram cerca de 395 mil dormidas, correspondendo a um decréscimo homólogo de 10,8%, enquanto os residentes no estrangeiro atingiram 463,4 mil dormidas, o que traduz uma quebra em termos homólogos de 8,2%.

De Janeiro a Setembro todas as ilhas apresentaram variações homólogas negativas, à excepção do Pico, com um aumento de 0,6%. As quebras mais acentuadas verificaram-se nas Flores, no Faial, em São Miguel e na Terceira, respectivamente com 14,1%, 11,2%, 9,8% e 9,5%.

A ilha de São Miguel, com 594,8 mil dormidas, concentrou 69,3% do total das dormidas no arquipélago, seguindo-se a Terceira com 119,1 mil (13,9%) e o Faial com 70,2 mil dormidas (8,2%).

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos