Comunicação e Eventos

Poupança pode ultrapassar os 2.000 euros

  • 9 de Dezembro de 2008
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Sendo Associado da CCAH
Poupança pode ultrapassar os 2.000 euros

Mais de 200 empresários estiveram no encontro empresarial promovido pela Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH), na passada sexta-feira, e ouviram o Presidente da CCAH apresentar os benefícios económicos dos Parceiros Especiais CCAH e garantir que "a poupança pode ser superior a 2.250 euros”.

Na prática, Sandro Paim simulou os descontos proporcionados por três Parceiros Especiais CCAH (uma companhia de seguros, uma instituição bancária e uma operadora de telecomunicações) a um restaurante com 5 funcionários, para concluir que “além da defesa intransigente dos interesses dos associados e de todos os outros serviços prestados (jurídico, administrativo, formação, incentivos, comunicação e imagem), hoje é uma vantagem económica única ser Associado”. A Associação Empresarial das Ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge apresentou mais de 50 Parceiros Especiais, e deixou as portas abertas à adesão de outras empresas.

No evento, que serviu de apresentação e entrega do Cartão do Associado CCAH, Sandro Paim aprofundou, ainda, algumas das medidas negociadas com o Governo Regional.

Segundo o Presidente da Associação representativa dos empresários da Terceira, Graciosa e São Jorge, “80% das medidas propostas pela Câmara do Comércio e Industria dos Açores foram aceites pelo Governo Regional”.

Financeiramente destacou a linha de apoio à reestruturação do endividamento das empresas e ao fundo de maneio, que permitirá “compensar o excesso de encargos motivado pelas subidas das taxas de juros e aliviar o spread que as empresas irão suportar nos próximos anos”. Além disso, as comparticipações o governamentais irão ser antecipadas no âmbito dos sistemas de incentivo, permitindo que o dinheiro entre em caixa mais rapidamente, desde que os apoios sejam aprovados.

Economicamente, o Governo compromete-se a duplicar o investimento privado, e aumentar da despesa pública no Orçamento de 2009, em 10% no investimento. Especificamente para o sector da construção civil, foi esclarecida a criação do Observatório prospectivo de preparação atempada das empresas açorianas em matéria de concurso público, que “permitirá que diferentes construtoras locais se possam unir com mais facilidade para vencerem concursos públicos”. Ao nível da manutenção dos postos de trabalho, foi decidido criar um regime de aplicação de subsídios reembolsáveis e um sistema de apoio com actividade sazonal na formação profissional dos trabalhadores, que servirá para “manter os postos de trabalho nas épocas de menor intensidade laboral”.

O Encontro empresarial terminou com um cocktail e a entrega dos novos Cartões aos respectivos Associados.

Pesquisar

Mais recentes na Galeria

Ver Galeria