Comunicação e Eventos

Situação do setor Cooperativo Jorgense afeta Comércio e Serviços

  • Download
  • 24 de Janeiro de 2013
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *
O Núcleo Empresarial da Ilha de São Jorge está preocupado pela situação insustentável do Setor Cooperativo Jorgense que, neste momento, “está a contribuir para o sufoco financeiro de todas as empresas da Ilha”.

Segundo comunicado do Núcleo, “os produtores de leite jorgenses estão sem receber o pagamento pelo produto que entregam nas cooperativas já há cinco, seis, sete e oito meses”, causando um “efeito dominó”, que afeta diversos setores de atividade da economia jorgense, desde fornecedoras de rações, adubos, pesticidas, medicamentos, combustíveis, oficinas de reparação automóvel ou empresas da área alimentar.

De acordo com o Núcleo, “estes são os serviços mais procurados pelos produtores e que sem os quais a produção de leite será seriamente afetada”, originando um efeito dominó, que, além de ser um problema do setor cooperativo, afeta toda a Ilha e “agrava as dificuldades económicas já sentidas no comércio local”. O Núcleo reivindica, por isso, “medidas urgentes do Governo Regional dos Açores para corrigir esta situação extremamente delicada”.

Pesquisar

Mais recentes na Galeria

Ver Galeria