Comunicação e Eventos

Empresas alimentares cumprem com Higiene mas não conseguem investir a nível estrutural

  • 12 de Janeiro de 2011
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A maioria das empresas e indústrias do sector alimentar das Ilhas Terceira, São Jorge e Graciosa cumpriram, no último semestre de 2010, com os parâmetros da Higiene e Segurança Alimentar, mas sentem sérias dificuldades em melhorar ao nível estrutural, em virtude dos grandes constrangimentos financeiros que sentem.

De acordo com o tratamento estatístico do 2º relatório semestral de 2010 elaborado pelo Programa QualSafe, da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH), registou-se uma “evolução positiva dos controlos analíticos efectuados nas empresas inscritas no programa”. No entanto, apesar dos responsáveis das empresas de restauração, talhos, panificação, frutarias, comércio alimentar, lacticínios e indústria, se mostrarem “interessados em saber mais sobre as exigências legais”, existem, nesta fase, “algumas reticências à sua implementação” sobretudo “devido às dificuldades financeiras manifestadas”.

Segundo se lê no relatório, “os empresários estão conscientes das medidas de melhoria a adoptar, as dificuldades começam a ser ultrapassadas e já se verificam melhorias funcionais e de atitude em relação às recomendações dadas pelas técnicas”. Todavia, “o mesmo não se poderá dizer em relação às medidas estruturais, pois os empresários atravessam uma fase difícil a nível financeiro”.

Nesse sentido, a CCAH está a promover, para o dia 18 de Janeiro, em Angra do Heroísmo, um Workshop sobre os “Sistemas de Incentivos para a Segurança e Qualidade Alimentar”, para o Comércio e Indústria do Ramo Alimentar, Restauração e Bebidas, com estabelecimentos existentes há mais de três anos. Na Sessão, com entrada livre para Associados, será explicado como se faz o levantamento técnico das necessidades estruturais e funcionais dos estabelecimentos e como se podem colmatar essas necessidades, recorrendo aos sistemas de incentivos vigentes na Região Autónoma dos Açores.

Programa QualSafe

O Programa QualSafe conta com 71 empresas inscritas, das quais, 39 na Ilha Terceira, 22 em São Jorge e 10 na Graciosa.

O objectivo do programa é apoiar as empresas do sector alimentar, Associadas da CCAH, no desenvolvimento de sistemas de segurança alimentar, sensibilizando-as para a promoção da qualidade, através de consultoria, formação e análises microbiológicas. Permite garantir o fornecimento de alimentos seguros e com qualidade ao consumidor, a diminuição de custos operacionais, redução de perdas, maior credibilidade junto dos clientes, maior competitividade do produto na comercialização e garantia de atendimento dos requisitos legais dos Ministérios da Saúde e Agricultura e de legislações internacionais.

Pesquisar

Mais recentes na Galeria

Ver Galeria