Comunicação e Eventos

Panificadoras já cumprem com os limites de sal no pão

  • 10 de Agosto de 2010
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A quase totalidade das empresas de panificação das Ilhas Terceira, São Jorge e Graciosa já cumpre com os limites máximos para a existência de sal no pão.

As análises aos estabelecimentos foram financiadas pela Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo e ocorreram em Maio, como forma de preparar os empresários para a lei que entra em vigor a 12 de Agosto.

De acordo com aquela lei, o teor máximo permitido para o conteúdo de sal no pão, após confeccionado, é de 1,4 gramas por 100 gramas de pão, ou seja, 14 gramas de sal por cada quilo de pão.

As análises, promovidas pelo programa QualSafe da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo e elaboradas pelo Instituto de Inovação Tecnológica dos Açores (INOVA), indicam que, das 18 panificadoras avaliadas, apenas uma ultrapassa, em meramente 1 grama de sal por cada kg de pão, o teor permitido.

Às panificadoras é autorizada a comercialização dos produtos que não se encontram conforme as normas mencionadas, até ao esgotamento das existências, e desde que comprovem que tenham sido fabricados antes da entrada em vigor do diploma legal.

São abrangidos pela lei todos os tipos de pão, incluindo o denominado “pão sem sal” e o “pão integral”, mas encontram-se excluídos os tipos de pão reconhecidos como produtos tradicionais com nomes protegidos.

Pesquisar

Mais recentes na Galeria

Ver Galeria